Gary Frank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gary Frank
Lucca Comics 2010 - Gary Frank 01.jpg

Área(s) de atuação desenhista
Trabalhos de destaque Action Comics
Gen¹³
The Incredible Hulk
Supreme Power

Gary Frank é um escritor e desenhista britânico, conhecido por seu trabalho em revistas de histórias em quadrinhos. Como artista, destaca-se a sua parceria com os escritores J. Michael Straczynski (nas séries Midnight Nation e Supreme Power), Peter David (em The Incredible Hulk e Supergirl[1] ) e Geoff Johns[2] (em Action Comics e Superman: Origem Secreta). Como escritor, criou a série Kin - O Povo Perdido, desenhando e escrevendo todas as seis edições publicadas pela editora Top Cow em 2000.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gary Frank começou a desenhar profissionalmente para a Marvel UK, divisão britânica da Marvel Comics, na série Motormouth & Killpower. Seu trabalho chamou atenção da matriz americana, e ele foi convidado para participar da revista The Incredible Hulk, à época escrita por Peter David.[3]

In 1996, Frank começou a trabalhar para a DC Comics, e, dentre seus trabalhos para a editora se destacou o relançamento da revista Supergirl, protagonizada pela personagem homônima, novamente trabalhando com o escritor Peter David.[4]

Em 2000, Frank lançou Kin, uma minissérie em seis edições destinada à ser a primeira parte de uma trilogia[3] e começou a desenhar Midnight Nation, uma minissérie em doze edições escrita por J. Michael Straczynski. Ambas as séries foram lançadas pela editora Top Cow. Em 2002, após a conclusão de Midnight Nation, Frank foi anunciado como um contratado exclusivo da Marvel Comics.[5]

Seus primeiros trabalhos para a Marvel foram as edições 61 e 62 da revista The Avengers.[6] Nos anos seguintes, se dedicaria à série Poder Supremo, escrita por Straczynski e publicada como parte da linha editorial Marvel MAX, dedicada à obras de teor mais maduro.[7] A série viria a se tornar uma das mais bem-vendidas histórias desse gênero[8] e seria publicada até 2005, quando foi descontinuada sem resolução, após Straczynski abandonar os roteiros.

Em 2007, Frank é contratado pela DC Comics para desenhar a revista Action Comics, então escrita por Geoff Johns.[9] , onde permanece até o fim do arco de história Nova Krypton. Na história, Superman deixa o planeta Terra, as histórias da revista passariam a ser protagonizadas por diferentes personagens.[10]


Carreira[editar | editar código-fonte]

A arte de Frank consta nas seguintes obras:

DC Comics[editar | editar código-fonte]

Marvel[editar | editar código-fonte]

  • The Avengers #61, 62 (2002)
  • Doctor Strange, Sorcerer Supreme #82, 83 (1995)
  • The Incredible Hulk #403-410, 413-418 420-423, 425, 437 (cover only) (1993–1995)
  • The Incredible Hulk (vol. 2) #106-107, 108-110 (covers only) (2007)
  • Motormouth #1-4, 6 (1992)
  • Sabretooth Special #1 (1995)
  • Saga of Squadron Supreme #1 (2006)
  • Supreme Power #1-18 (2003)
  • Squadron Supreme #1-5, 7 (2006)
  • Uncanny X-Men '95 (1995)
  • X-Men Prime (1994)

Top Cow[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.