Glândula exócrina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde março de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As glândulas exócrinas são órgãos que produzem secreções ou substâncias que elaboram para um sistema de condutos ou canais excretores que se abrem em superfície externa ou interna. As secreções não são despejadas na corrente sanguínea, mas em outros órgãos, ou para o exterior do corpo, através de canais. Além disso, glândulas exócrinas não se associam a vasos sanguíneos e apresenta ducto comunicante.

As glândulas exócrinas podem ser classificadas de acordo com 6 critérios:

Quanto ao arranjo celular[editar | editar código-fonte]

Cordonal: São glândulas endócrinas em que suas células se organizam formando fileiras semelhantes a cordões em torno dos capilares sanguíneos. Ex: glândula suprarenal (ou adrenal)

vesicular ou Folicular:São glândulas endócrinas em que suas células secretoras formam "sacos" fechados rodeados por capilares sanguíneos. Estes "sacos" fechados são chamados de vesículas ou folículos. Ex: glândula tireóide

Quanto a forma da porção secretora[editar | editar código-fonte]

Acinosa: A porção secretora se apresenta sob forma esférica ou arredondada. Ex: Glândula sebácea.

Tubulosa: A unidade secretora apresenta aspecto de tubos alongados. Ex: Intestino grosso.

Túbulo-Acinosa: Quando se encontra na mesma glândula porções secretoras tubulosas e acinosas. Ex: Glândula submandibular.

Quanto a presença de ramificações na porção secretora[editar | editar código-fonte]

Ramificada: Tem várias porções secretoras que convergem para um único canal excretor. Ex: Glândula muco-secretora.

Não-ramificada: A porção secretora não se divide. Ex: Glândulas intestinais.

Quanto a presença de ramificações no ducto[editar | editar código-fonte]

Simples: O ducto excretor é único e não se divide. Ex: Glândulas sudoríparas.

Compostas: O ducto se divide à semelhança dos ramos de uma árvore. Ex: Figado e pâncreas.

Quanto o modo de secreção[editar | editar código-fonte]

Merócrina ou écrina: O produto é liberado nas vesículas limitadas por membrana para a superfície apical da célula, na qual se fusionam com a membrana plásmatica e fazem a expulsão do seu conteúdo por exocitose. Ex: Glândula sudorípara.

Apócrina: Elimina junto com a secreção parte do citoplasma apical. Ex: Glândulas mamárias.

Holócrina: O produtor secretor acumula-se dentro da célula em maturação, que sofre simultaneamente o processo de morte celular programada. Ex: Glândula sebácea.

Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Quanto ao tipo de secreção[editar | editar código-fonte]

Mucosa: Produz uma secreção viscosa ("muco"), rica em proteínas e carboidratos.

Serosa: Produz uma secreção bastante fluida, rica em H2O!

Mista ou Sero-mucosa: Produz secreção mucosa e serosa ao mesmo tempo.