Gosbank

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Gosbank (em russo: Госбанк, Государственный банк СССР) foi o banco central da União Soviética e a única entidade bancária do país entre a década de 1930 e 1987. O Gosbank era uma das três autoridades económicas da URSS, junto com o Gosplan (Comité Estatal de Planificação) e o Gossnab (Comité Estatal de Abastecimento Material e Técnico).

História[editar | editar código-fonte]

A fundação do banco, autorizada pelo Sovnarkom e pelo VTsIK, foi parte da implementação da Nova Política Económica desenhada por Lenin. Começou a operar em 16 de novembro de 1921; e em 1923 foi convertido em banco central da URSS, sob a direção do Narkomfin.

O Gosbank agiu como instrumento da política económica do Conselho de Ministros da União Soviética, que utilizava o Gosbank para manter o controlo sobre a indústria, utilizando os balances e as transações bancárias para equilibrar as atividades das empresas com os planos e as diretivas marcadas.

Antes da queda da União Soviética e como parte do plano da Perestroika de Mikhail Gorbatchev foram formados outros bancos como o Promstribank (Banco da Construción Industrial), o Zhilstoibank (Banco da Construción Residencial), o Agrobank (Banco da Agricultura), o Vneshekonombank (Banco do Comércio Exterior) e o Sberbank (Caixa de Aforros). Na atualidade, o Sberbank é um dos maiores bancos da Federação Russa, retendo a maior parte do pessoal do extinto Gosbank e os negócios bancários do governo.

Presidentes do Gosbank[editar | editar código-fonte]


Outros artigos[editar | editar código-fonte]