Harry Ashmore

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Harry Scott Ashmore (Greenville, Carolina do Sul, 28 de julho de 1916Santa Bárbara, Califórnia, 20 de janeiro de 1998) foi um jornalista americano que recebeu o Prêmio Pulitzer por seus editoriais sobre os conflitos de integração racial ocorridos em 1957 em Little Rock, no Arkansas. Foi também editor-chefe da Encyclopaedia Britannica de 1960 a 1963 e, depois, diretor de pesquisa editorial.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Harry nasceu em Greenville, South Carolina, 18 de Julho de 1916. Ele andou no Greenville High School e no Clemson Agricultural College,ele foi graduado com uma licenciatura em ciência-geral, em 1937. Ele mostrou muita habilidade quando era novo no jornalismo, tendo trabalhado como editor dos jornais estudantis, da Greenville High School e College Clemson. Depois da formatura, Harry trabalhou como repórter de um jornal, em primeiro lugar no Greenville Piedmont, e depois no Greenville News. Em 1940 Harry casou com Barbara Edith Laier, uma professora de educação física do Furman University. Harry foi aceite para uma bolsa de "Neiman" na Universidade de Harvard em 1941. Quando os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial em Dezembro de 1941, Harry deixou a Universidade de Harvand para se juntar ao Exército dos Estados Unidos, e serviu como oficial de operações (alcançando o posto de tenente-coronel), com o nonagésimo quinto Divisão de Infantaria, por parte dos Estados Unidos. Depois da guerra, Harry Ashmore se tornou o escritor de editoriais do Charlotte News (em Charlotte, na Carolina do Norte.[1] [2]

Arkansas Gazette[editar | editar código-fonte]

Em 1947, Harry foi recrutado para ser o escritor de editoriais do Arkansas Gazette em Little Rock, Arkansas. Ele logo se tornou o editor executivo do jornal e ele "ganhou" uma reputação como um pensador moderado-à-liberal.

Em 1951 o governador Sid McMath de Arkansas convida Harry para falarem sobre a Associação dos Governadores do Sul,(em inglês: Southern Governors' Association) Os governadores do sul, quando se reuniu em Hot Springs, Arkansas . Harry conversou com os governadores sobre os direitos civis (um assunto controverso nos estados do sul), sobre jornais dos Estados Unidos, o discurso reproduzido ou trechos dele.

The Negro and the Schools[editar | editar código-fonte]

Harry escreveu seu primeiro livro, dos onze livros em 1954. The Negro and the Schools (em portugues: O Negro e as Escolas), foi um relatório/livro da Fundação Ford da segregada educação no sul dos EUA.

  1. http://www.encyclopediaofarkansas.net/encyclopedia/entry-detail.aspx?entryID=1579 | The Encyclopedia of Arkansas History & Culture
  2. Ochs, Martin. (1995). "Search for Racial Justice". The Virginia Quarterly Review 71 (2). ISSN 0042-675X.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.