Hemólise

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hemólise: Tubo da esquerda e central sem hemólise, tubo da direita com hemólise

A hemólise (hemo = sangue; lise = quebra) é a destruição das hemácias (glóbulos vermelhos) do sangue por rompimento da membrana plasmática, resultando na liberação de hemoglobina.

Causas[editar | editar código-fonte]

In vivo[editar | editar código-fonte]

A hemólise in vivo pode ocorrer em várias condições causando a anemia hemolítica. Anticorpos contra seus antígenos de superfície (Ex.: ABO, fator Rh). Traumas mecânicos (Ex.: bomba de circulação extracorpórea).

In vitro[editar | editar código-fonte]

A concentração de potássio dentro das hemácias é maior do que no soro por isso o potássio visto em teste bioquímicos se eleva no soro em caso de hemólise.

A hemólise in vitro pode ser vista em sangues estocados por muito tempo ou estocados em condições erradas (por temperatura muito alta ou muito baixa, por exemplo). A hemólise também pode ocorrer quando se coleta sangue.

Ao se expor a hemácia a uma solução hipotônica (menos concentrada) a hemácia é induzida a uma hemólise. Isso é feito in vitro para realização de alguns testes laboratrorias, por exemplo quando quer se pesquisar a quantidade de hemoglobina promove-se a hemólise para a liberação da hemoglobina no soro e assim realiza-se testes para a quantificação de hemoglobina. A hemólise também por ventura causa grande perigo à vida.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.