Henri de Lubac

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Henri-Marie de Lubac, SJ
Cardeal da Santa Igreja Romana

Título

Cardeal-diácono de S. Maria in Domnica
Ordenação e Nomeação
Ordenação Presbiteral 22 de agosto de 1927
Cardinalato
Criação 2 de fevereiro de 1983 por João Paulo II
Dados Pessoais
Nascimento  França, Cambrai, 20 de Fevereiro de 1896
Falecimento  França, Paris, 4 de setembro de 1991 (95 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Henri-Marie de Lubac (20 de fevereiro 1896 em Cambrai - 4 de setembro 1991 em Paris) foi um cardeal francês. Sua principal contribuição foi o modo de entender o fim sobrenatural do homem e sua relação com a graça. Influiu no Concílio Vaticano II.

Ingressou na Companhia de Jesus aos 17 anos de idade. Estudou filosofia na Inglaterra e na França. Durante a I Guerra Mundial teve de se apresentar ao exército onde foi ferido com gravidade e recebeu sequelas permanentes.

Desde de 1929 ensinou teologia fundamental e história das religiões na faculdade de teologia da Universidade de Lyon-Fourviere, da sua ordem. Durante a ocupação alemã na França foi preso várias vezes.

Fundou em 1972, junto com os teólogos Hans Urs von Balthasar (1905-1988) e Joseph Ratzinger, a revista Communio, para dar uma resposta positiva à crise teológica e cultural que despontou após o Segundo Concílio do Vaticano.

Foi convidado a participar do Concílio Vaticano II como perito e o Papa João Paulo II o fez cardeal no ano de 1983. Faleceu em 1991.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.