Hydro-Québec

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hydro-Québec
Slogan « Notre choix est clair. Notre choix est vert. » / Nossa escolha é clara. Nossa escolha é verde.
Tipo Estatal Pública
Indústria Energia
Fundação 14 de abril de 1944 (70 anos)
Sede Montreal, QC,  Canadá
Pessoas-chave Thierry Vandal, presidente
Empregados 23 616 [1]
Produtos Geração de eletricidade, Transmissão e Distribuição de energia elétrica
Página oficial www.hydroquebec.com

Hydro-Québec é uma empresa estatal provincial de Quebec, Canadá, fundada em 1944. Seu único acionista é o governo do Quebec. A empresa, com sede social em Montreal, é a responsável pela geração de eletricidade, transmissão e pela distribuição de energia elétrica no Quebec.

Com 60 usinas e uma central nuclear, Hydro-Québec constitui o principal produtor de eletricidade no Canadá e o maior produtor mundial de hidroeletricidade[2] [3] [4] . A potência instalada de suas instalações é de 36 810 MW e conta com cerca de 4 milhões de usuários em 2009[1] .

Os grandes desenvolvimentos hidroelétricos levados ininterruptamente durante meio século - as centrais Bersimis, a expansão da central Beauharnois, a central de Carillon, o projeto Manic-Outardes, a central Churchill Falls e o projeto da Baía James - permitiram ao Quebec reduzis sua dependência dos combustíveis fósseis. Em 2006 a eletricidade constituía a principal fonte de energia primária consumida no Quebec e representava 40,4% da matriz energética [5] . Porém, a construção e operação dessas instalações teve conseqüências sobre o meio ambiente. Tiveram impacto também sobre as populações autóctones que habitam a região norte da província, que contestaram vigorosamente a realização das obras.

Desde sua fundação, a Hydro-Québec tem um papel importante no desenvolvimento econômico do Quebec, pelo tamanho e a freqüência de seus investimentos, pelo desenvolvimento de uma experiência reconhecida, notavelmente no campo da engenharia elétrica, do gerenciamento de projetos de infraestrutura[6] e da distribuição de eletricidade, bem como por sua capacidade de produzir uma grande quantidade de energia a baixo preço.

O aumento nos custos de energia na década de 2000, as baixas taxas de juros e a urgência de um consenso internacional sobre a questão da mudança no clima [7] tiveram um impacto positivo sobre os resultados financeiros da empresa. Entre 2005 e 2009, a empresa pagou dividendos de 10 bilhões de dólares canadenses ao governo do Quebec, garantindo tarifas de energia estáveis e uniformes, que figuram entre as mais baixas da América do Norte[8]

Referências

  1. a b Hydro-Québec. Rapport annuel 2009: Façonner l'avenir (pdf).
  2. Ed Crooks,. Using Russian hydro to power China Financial Times. Visitado em 2009-07-06.
  3. Robin Paxton,. Russia appoints Sechin ally to manage hydro giant Reuters. Visitado em 2009-11-23.
  4. Richard Foot. N.S., N.L. wary as Quebec exerts new power in region Canwest News Service. Visitado em 2009-10-29.
  5. Gouvernement du Québec. Consommation d'énergie par forme Ministère des Ressources naturelles et de la Faune. Visitado em 8 de mai 2009..
  6. "The Role of Hydro Quebec in the Rise of Consulting Engineering in Montreal 1944-1992: An essay in oral history and company genealogy" (em en). Scientia Canadensis : revue canadienne d'histoire des sciences, des techniques et de la médecine, volume 16 número=1 (42)..
  7. Pachauri, R.K. et Reisinger, A. (dir.)].. Bilan 2007 des changements climatiques. Contribution des Groupes de travail I, II et III au quatrième Rapport d’évaluation du Groupe d’experts intergouvernemental sur l’évolution du climat. Genève, Suisse: GIEC, 2007. 103 pp. 92-9169-222-0
  8. Hydro-Québec. Comparaison des prix de l'électricité dans les grandes villes nord-américaines : Tarifs en vigueur le 1er avril 2009. Montréal: [s.n.], 2009. 2-550-57038-7