Idempotência

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.

Em matemática e ciência da computação, a idempotência é a propriedade que algumas operações têm de poderem ser aplicadas várias vezes sem que o valor do resultado se altere após a aplicação inicial.

Definição[editar | editar código-fonte]

Operação unária[editar | editar código-fonte]

Uma operação unária f, isto é, uma função de um conjunto S em si mesmo, é idempotente se para todo x em S,

f(f(x)) = f(x).

Em particular, a função identidade idS, definida por idS(x) = x, é idempotente, bem como a função constante Kc, em que c é um elemento de S, definida por Kc(x) = c.

Operação binária[editar | editar código-fonte]

Em um conjunto S com uma operação binária * (ou seja, (S,*) é um grupóide), um elemento a é idempotente quando a * a = a.

Exemplos[editar | editar código-fonte]

  • Os únicos números reais idempotentes em relação à multiplicação são 0 e 1.
  • A união de um conjunto A com ele mesmo, ou seja, A U A, é um exemplo de operação binária idempotente, pois A U A = A.
  • Uma matriz quadrada A, é idempotente se AA=A^2=A[1] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. CHEN, Mei Yuan (2003)

Referências[editar | editar código-fonte]

  • CHEN, Mei Yuan. Matrix Algebra for econometrics. Julho de 2003. National Chung Hsing University. Disponível em: <http://web.nchu.edu.tw/~finmyc/MAT-ALG1.pdf>. Acesso em 24 de junho de 2011. Seção 5.4: Idempotent Matrices.
Ícone de esboço Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.