Isabel de Saxe-Altemburgo (1826-1896)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Isabel
Grã-duquesa de Oldemburgo
Duquesa de Saxe-Altemburgo
Joseph Stieler - Elisabeth von Sachsen-Altenburg (1826–1896).jpg
Isabel de Saxe-Altemburgo
Governo
Consorte Pedro II de Oldemburgo
Vida
Nascimento 26 de Março de 1826
Hildburghausen
Morte 2 de fevereiro de 1896 (69 anos)
Oldemburgo
Filhos Frederico Augusto II de Oldemburgo
Jorge Luís de Oldemburgo
Pai José de Saxe-Altemburgo
Mãe Amélia de Württemberg

A princesa Isabel Paulina Alexandrina de Saxe-Altemburgo (26 de Março de 1826 - 2 de Fevereiro de 1896) foi uma filha do duque José de Saxe-Altemburgo e da sua esposa, a duquesa Amélia de Württemberg.[1] Por casamento tornou-se grã-duquesa de Oldemburgo.

Origens[editar | editar código-fonte]

A princesa Isabel Paulina Alexandrina era a quarta filha do duque José de Saxe-Altemburgo e da princesa Amélia de Württemberg. Os seus avós paternos eram o duque Frederico de Saxe-Altemburgo e a princesa Carlota Jorgina de Mecklemburgo-Strelitz. Os seus avós maternos eram o duque Luís de Württemberg e a princesa Henriqueta de Nassau-Weilburg.

Isabel tinha três irmãs mais velhas: a princesa Maria de Saxe-Altemburgo, casada com o rei Jorge V de Hanôver, a princesa Paulina de Saxe-Altemburgo, que morreu aos 5 anos de idade e a princesa Teresa de Saxe-Altemburgo, que morreu solteira aos 91 anos. Tinha ainda duas irmãs mais novas, a princesa Alexandra que se casou com o grão-duque Constantino Nikolaevich da Rússia e a princesa Luísa que morreu com poucos meses.[2]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Isabel casou-se no dia 10 de Fevereiro de 1852 com o seu primo em segundo-grau Pedro, duque-herdeiro de Oldemburgo que sucedeu ao seu pai como grão-duque no ano seguinte, tornando Isabel grã-duquesa de Oldemburgo.

Tiveram dois filhos:

Isabel morreu no dia 2 de Fevereiro de 1896. O seu marido morreu quatro anos depois.

Referências