Iskra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Iskra (em língua russa: Искра, "faísca", ""centelha") foi um jornal político publicado por emigrantes socialistas da Rússia e com um caráter revolucionário marxista. Foi, de facto, o órgão do Partido Operário Social-Democrata Russo (POSDR). A primeira edição foi publicada em Lípsia (Alemanha) em janeiro de 1901, com a colaboração dos social-democratas alemães, que ajudaram na instalação do talher de impressão e no transporte clandestino do jornal através da fronteira germano-russa.

Entre janeiro de 1901 e julho de 1903 foram publicados 44 números, com artigos entre os que destacou As tarefas mais urgentes do nosso movimento, escrito pelo próprio Lenin. O próprio Lenin tratou o desenvolvimento do jornal em matéria de organização na sua obra Что делать? (O que fazer?).

Após o II Congresso do POSDR (1903), Lenin foi eleito dirigente do Partido e o controlo do Iskra passou aos mencheviques, tornando-se os bolcheviques desde então em opositores diretos à linha editorial do jornal. O jornal publicou-se até 1905, com uma tiragem meia de 8.000 números.

Dentre a equipa dirigente destacaram:

Outros artigos[editar | editar código-fonte]