Partido Operário Social-Democrata Russo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido Operário Social-Democrata Russo
Росси́йская Социа́л-Демократи́ческая Рабо́чая Па́ртия
Fundação 1898
Dissolução 1917
Sede São Petersburgo
Ideologia Socialismo democrático
Marxismo
Trabalhismo
Social-democracia
Espectro político Esquerda
Publicação Iskra, Pravda
Afiliação internacional Segunda Internacional
Cores Vermelho e branco

O Partido Operário Social-Democrata Russo, ou POSDR (Росси́йская Социа́л-Демократи́ческая Рабо́чая Па́ртия = РСДРП) foi um partido político social democrata russo fundado em 1898 em Minsk de modo a unir as várias organizações revolucionárias em um partido único. O POSDR mais tarde se dividiria nas facções Bolcheviques e Mencheviques, com os primeiros se tornando o Partido Comunista da União Soviética.

No final do primeiro congresso em Março de 1898 todos os nove delegados foram presos. O POSDR foi criado para fazer oposição aos narodniks (Народничество) e o seu populismo revolucionário, que privilegiava o campesinato. Já o programa do POSDR era baseado nas teorias de Karl Marx e Friedrich Engels - que diziam que, apesar da natureza agrária russa, o verdadeiro potencial da revolução estava no proletariado.

Antes do Segundo Congresso um jovem intelectual chamado Vladimir Ilyich Ulyanov ((Влади́мир Ильи́ч Улья́нов) entrou no partido, usando seu pseudônimo - Lênin. Em 1902 ele havia publicado Que fazer?, expondo sua opinião sobre as tarefas do partido e sua metodologia. Para ele não bastava lutar por uma simples reforma salarial ou de jornada de trabalho.

Em 1903 o Segundo Congresso se reuniu na Bélgica numa tentativa de criar uma organização unida. Lênin teve a chance de afirmar as posições políticas que defendia: os socialistas deveriam lutar por uma estrutura de poder centralizada; trabalhar sem alianças com outras agremiações políticas; e só participariam do partido os versados na doutrina marxista. Na ocasião, Lênin reiterou as posições políticas que vinha defendendo na revista "Iskra", órgão de imprensa dos ativistas revolucionários, e se propôs a assumir o seu controle editorial.[1]

Ele foi contestado em todas as propostas por seu amigo e aliado, Martov, também responsável pela edição da revista. Lênin teve apoio majoritário e o partido se dividiu em duas facções[1] irreconciliáveis, em 17 de Novembro: os Bolcheviques (большеви́к, maioria em russo), liderados por Lênin; e os Mencheviques (меньшеви́к, minoria em russo), liderados por Julius Martov. Apesar de serem referidos como a minoria, os mencheviques eram de fato a maior facção. Contudo, os nomes foram dados após uma votação em 1903 no congresso do partido para definir a junta editorial do jornal do POSDR, Iskra, com os bolcheviques sendo a maioria e os mencheviques a minoria.

A divisão do Partido: mencheviques e bolcheviques[editar | editar código-fonte]

Em 1903, os membros do POSDR dividiram-se em dois grupos básicos:

  • Mencheviques: liderados por Plekhanov e por Martov, defendiam que os trabalhadores podiam conquistar o poder participando normalmente das atividades políticas. Acreditavam, ainda, que era preciso esperar o pleno desenvolvimento capitalista da Rússia e o desabrochar das suas contradições, para se dar início efetivo à ação revolucionária. Como esses membros tiveram menos votos em relação ao outro grupo, ficaram conhecidos como mencheviques, que significa minoria.
  • Bolcheviques: liderados por Lênin, defendiam que os trabalhadores somente chegariam ao poder pela luta revolucionária. Pregavam a formação de uma ditadura do proletariado, na qual também estivesse representada a classe camponesa. Como esse grupo obteve mais adeptos, ficou conhecido como bolchevique, que significa maioria. Trotsky, inicialmente sem posição dentro da divisão do partido, aderiu aos bolcheviques mais tarde.

Referências

  1. a b Turner Publishing, Inc. e Century Books, Inc. Nosso Tempo, Volume I; pg. 34. Editora Klick. 1995
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.