Isovalina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Isovalina
Alerta sobre risco à saúde
Isovaline Isovalin.svg
L-Isovalin.svg
Nome IUPAC 2-Amino-2-methylbutanoic acid
Outros nomes 2-Amino-2-methylbutyric acid; 2-Ethylalanine; α-Ethylalanine
Identificadores
Número CAS 595-39-1
PubChem 6971275
ChemSpider 85483
SMILES
Propriedades
Fórmula química C5H11NO2
Massa molar 117.14 g mol-1
Solubilidade em água boa [1]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Ácido 2-hidroxi-2-metilbutanoico
Aminoácidos relacionados Ácido alfa-aminobutírico (sem o -metil)
Ácido 2-amino-isobutírico
Norvalina (isômero linear)
Valina (isômero, metil na posição 3)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Isovalina é um aminoácido extremamente raro in-natura, inicialmente encontrado no Murchison, meteorito que caiu em Murchison em 1969[2] [3] . Até 2009, a substância só havia sido encontrada em duas amostras.

A variedade L-isovalina é considerada de extrema importância biologicamente, pois é responsável pelo surgimento das primeiras proteínas necessárias a vida[4] . Conforme estudos científicos, também pode ter propriedades analgésicas. É um alfa-aminoácido não-proteinogênico.

Origem da vida na terra[editar | editar código-fonte]

Conforme estudos da NASA, conduzido pelo astrônomo Daniel Glavin, atraves de panspermia, meteoritos teriam trazido o aminoácido essencial à Terra[5] [6] . Seus estudos comprovam que há uma variedade muito maior do que fora pesquisado de asteroides que contêm o aminoácido L-isovalina. Glavin correlacionou a presença da L-isovalina à da água nos meteoritos, o que a torna a ocorrência muito mais comum. reforçando a tese de que os aminoácidos essenciais que deram início às formas de vida primitiva teriam vindo do espaço.

Referências

  1. Datenblatt Isovalina bei Acros, abgerufen am {{{Datum}}}.
  2. (em francês) Cat.inist
  3. Info-escola
  4. Pollock, G. E.; Cronin, S. E.; Kvenvolden, K. A.; Cheng, C.-N. Stereoisomers of isovaline in the Murchison meteorite. Geochimica et Cosmochimica Acta, vol. 39, Nov. 1975, p. 1571-1573.
  5. Universitam
  6. Meteorito revela um dos segredos da vida na terra - Inovação Tecnológica