Jacques Villon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Gaston Emile Duchamp, mais conhecido como Jacques Villon (Damville, 31 de julho de 1875Puteaux, 9 de junho de 1963), foi um pintor e ilustrador francês do Cubismo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Jacques Villon, que adotou seu pseudônimo somente em 1895 (em homenagem ao poeta medieval francês François Villon), era o primogênito do casal Eugéne Duchamp e Marie-Caroline-Lucie Nicolle. Villon é irmão do também pintor Marcel Duchamp, do escultor Raymond Duchamp-Villon e da pintora Suzanne Duchamp-Crotti.

Teve suas primeiras aulas de arte com seu avô materno, Emile Nicolle, o qual era comerciante e artista ao mesmo tempo. Em 1984, mudou-se com seu irmão Raymond para Montmartre, bairro da cidade de Paris. Estudou Direito na Universidade de Paris, mas abandonou os estudos durante o natal de 1895 (quando adotou o pseudônimo) para se dedicar integralmente à prática do desenho e da pintura.

A partir de 1897, começou a produzir ilustrações e charges para periódicos humorísticos de Paris que satirizavam a religião, o exército e tantos outros bastiões da moral conservadora da época. Em 1903, ajudou a organizar a seção de desenhos do primeiro Salon d'Automne. Durante os dois anos seguintes, estudou arte na Académie Julian. Mudou-se em 1906 para Puteaux, no subúrbio de Paris.

Durante a Primeira Guerra Mundial, trabalhou como cartógrafo para o exército. Sua obra pictórica encontra suas raízes no Cubismo.

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.