James Baby

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

James Baby é uma banda de Pop Rock natural de São João del Rei - MG

“Tenho acompanhado as trilhas dessa incrível banda onde cada passo e composição nota se uma evolução na execução dos instrumentos e um ótimo aprimoramento nos vocais. É um Pop Rock bem executado, onde vigor e melodia se entrelaçam nos belos vocais e na excelente execução instrumental. Vivemos em uma época onde a música e letra são medíocres e não dizem nada. James Baby esta na contramão dessa mediocridade musical, com musica apurada e letras existenciais que mostram preocupação e essência em suas composições contemporâneas. Com seu Pop Rock agradável eles mostram qualidade musical e se diferenciam do vazio da música atual.” Toninho Avila “Lobo Bruxo” - Pintor e Escritor (11/04/2014)

“James Baby, uma banda mineira que apresenta um estilo musical bastante peculiar, numa mistura rítmica jamais vista, intercalando gêneros com uma suavidade agressiva que agrada aos ouvidos mais exigentes. Integrada de músicos dos mais variados estilos e formação, que quando se unem, constroem uma sonoridade que impressiona e apraz os mais diversos gostos. Repletos de composições simplistas e ao mesmo tempo elaboradas no cerne de temáticas cotidianas, refletindo característica e identidade próprias, a banda remete aos mais célebres artistas pioneiros do cenário rock pop nacional.” João Vitor de Souza Lopes - Professor e Músico (09/04/2014)

“(...) a banda James Baby, um pessoal com uma música tão sincera que é difícil não se apaixonar pelo som nos primeiros tons. Digamos que a banda é mesmo um “bebê” ainda, só conta com três músicas gravadas e um clipe caseiro e acústico, mas a carga dos seus integrantes faz com que o som já soe profissional como o de bandas que estão há anos na estrada. Lucas Brasil, o vocalista, possui uma voz doce e tão “fácil” de ouvir que quando percebemos, ~puff~, cabo a música. Destaque também para Amanda Ramos, vocal e backing vocal, que faz um trecho na faixa “Tudo bem” (...). Olha, de arrepiar, pois é uma voz que parece comum, mas que se encaixa perfeitamente na música ( ...) Mas uma banda não e feita só de vocal, não é mesmo? A harmonia deles e outra coisa que impressiona aos ouvidos. O batera Luiz Carlos Flores chama atenção nas faixas, fora a guitarra muito bem feita pelo Filipe Ávila, com riffs e efeitos que estavam meios perdidos nessa “nova MPB”. Claro que eu não posso deixar de falar de Felipe Bezamat, baixista que também faz um excelente trabalho, e se você conhece um pouco sobre a harmonia sabe que sem um bom baixista nada se encaixa direito. Ainda podem ser destacadas as letras e melodias, todas muito bem arquitetadas e que fogem do tradicional, do “fácil” de se fazer. O que faz com que James Baby seja uma banda que merece ser “experimentada” é o fato de eles fazerem um som novo, que soa como algo antigo, que já feito porem esquecido, fugindo de todo esse modismo atual. É simplesmente bom de ouvir (...)” Lorena Padrini – Jornalista - Hoje Escuto O Que (07/05/2013)

CRONOLOGIA

Um ano atrás iniciava um novo capítulo na vida de Felipe Bezamat, Lucas Brasil e Luiz Carlos Maciel. Amigos desde a infância, eles juntaram forças para recomeçar. Na coincidência de ver seus trabalhos anteriores perderem o fôlego, os três se uniram e convidaram Amanda Ramos e Filipe Ávila, e deste sonho de viver e fazer música surgiu a banda James Baby. Em todos os desafios e dificuldades, não faltou oportunidade para que a imaginação mostrasse seu caminho, e a vontade de escrever uma história tomou força e faz com que a banda James Baby hoje seja um grupo unido com o objetivo de trazer alegria e emoção em suas canções. 

Em Janeiro de 2013 eles se juntaram aos amigos da produtora de vídeo Alecrin para fazer uma produção ousada: um videoclipe, com captação de áudio ao vivo, utilizando da acústica de um grande galpão vazio para fugir de toda a maquiagem que os computadores podem trazer e fazer um registro sincero sobre quem eram e o que pretendiam. Neste ambiente foi captada a primeira musica: Linhas tortas. Foi ali, baseada na receptividade do trabalho na internet, que se deu o início de um novo nome e uma nova ideia. 

Após a gravação videoclipe, Lucas Brasil escreveu a música Tudo Bem, envolvido pelo ambiente positivo da repercussão. É uma canção que traz as influências da música brasileira para o universo Rock´n Roll e todo o sentimento de mover um sonho à frente. A falta de estrutura não foi problema e de forma independente os integrantes se valeram do conhecimento acumulado ao longo dos anos para gravar mais duas músicas, com os equipamentos disponíveis: alguns poucos microfones, força de vontade e determinação. 

As duas músicas, “Rock 7 “e “Tudo Bem”, foram as responsáveis por tudo que aconteceu em seguida. A banda foi selecionada para se apresentar no PREMIO DE MUSICA DAS MINAS GERAIS, em diamantina com a música Tudo Bem. Em seguida, foram selecionados para participar do 26º INVERNO CULTURAL da UFSJ fazendo o encerramento do show de Mílton Nascimento em Sete Lagoas. Em agosto de 2013, também foram selecionados para o FUNMUSIC 2013 e apresentaram a música “Rock7” no Music Hall em Belo Horizonte. 

Em Janeiro de 2014, veio o segundo vídeo clipe, a música “Promessas Perdidas”. Este foi um passo adiante na qualidade de trabalho da banda e abriu mais uma grande oportunidade aonde fizeram a o show de abertura para o Jota Quest em Santa Cruz de Minas no evento AleluiaChic dia 19 de abril. Grandes passos para o primeiro ano de um trabalho em desenvolvimento, um disco sendo gravado e produzido em fase final e um sonho que agora pode ser comprovado como real: esta é a banda James Baby.