James Ellroy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde março de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
JamesEllroy.jpg

James Ellroy (Los Angeles, 4 de março de 1948) é um escritor e ensaísta estadunidense[1] . Suas histórias são contadas em um estilo de narrativa de frases curtas, quase telegrafadas, impactantes e diretas[2] .

História[editar | editar código-fonte]

James Ellroy nasceu em Los Angeles, California (cidade que é pano de fundo da maioria dos seus romances), filho de Geneva Hilliker Ellroy,e Armand "Lee" Ellroy. Depois do divórcio dos pais, Ellroy mudou-se com sua mãe para El Monte, ainda na Califórnia. Em 1958 a mãe de Ellroy foi assassinada. O caso permanece sem solução até os dias de hoje. A partir de então o escritor se envolveu em pequenos delitos como assalto a lojas, roubo de casas e chegou a ser um sem teto. Nesse período tornou-se um bêbado costumaz e acabou preso. Saindo da cadeia, abandonou o álcool e trabalhou em um campo de golfe. Foi então que começou a escrever seus romances. Ellroy diz que até o seu quinto romance ainda trabalhava como caddie (carregador da bolsa com os tacos de golfe).[3]

James Ellroy escreveu três livros até que a trilogia Lloyd Hopkins tornasse o escritor alguém que pudesse viver, efetivamente, de escrever e vender livros.

Foram seis romances até que a história da Dalia Negra transformasse definitivamente a sua história na literatura. A Dalia Negra foi um caso policial não resolvido (a exemplo do assassinato da mãe de Ellroy) de 1948, que tornou-se uma obsessão para ele. Tentando recontar os passos da garota violentamente assassinada, Ellroy formulou o romance que o catapultaria ao sucesso. Elizabeth Short era uma garota de 23 anos que sonhava tornar-se atriz. Em 1948 ela foi assassinada, provavelmente com um taco de baseball, depois de ser torturada por quase dois dias. Seu corpo foi divido ao meio na altura da cintura e os órgãos internos retirados. O assassinato brutal não solucionado virou o cenário certo para que Ellroy despejasse toda a sua tristeza pela morte da mãe e sua objetividade e crueza, marcas de sua literatura.


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Brown's Requiem (1981)
  • Clandestine (1982)
  • Killer on the Road (originalmente Silent Terror) (1986)

Trilogia Lloyd Hopkins[editar | editar código-fonte]

  • Blood on the Moon (1984)
  • Because the Night (1984)
  • Suicide Hill (1985)
  • L.A. Noir (1998)

L.A. Quartet[editar | editar código-fonte]

Trilogia Underworld USA[editar | editar código-fonte]

  • American Tabloid (1995)
  • The Cold Six Thousand (2001)
  • Blood's a Rover (2009)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]