Jean-Louis Barrault

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Julho de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Madeleine Renaud com Jean-Louis Barrault.

Jean-Louis Barrault (Ile-de-France, França, 8 de setembro de 1910Paris, 22 de janeiro de 1994) foi um ator francês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira em 1931 como mímico e depois passou para o cinema. Após a Segunda Guerra Mundial ele trabalhou ativamente na Comédie-Française, com a atriz Madeleine Renaud, que viria a ser sua esposa por mais de 50 anos. Juntos eles formaram uma das companhias teatrais mais famosas da França e percorreu todo o mundo com grandes clássicos. No Brasil eles estiveram por duas vezes e em uma entrevista, Barrault se declarou fascinado pela Bahia.

Seus filmes de maior sucesso foram O Boulevard do Crime na década de 1940 e Casanova e a Revolução na década de 1980.

Barrault recebeu, das mãos do presidente François Mitterrand, o título de Grand Officier da Legião de Honra, a mais alta honraria concedida pelo governo francês.

O ator faleceu aos 83 anos, em janeiro de 1994. Sua companheira, Madeleine, morreria alguns meses depois, em setembro do mesmo.