Jerzy Różycki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jerzy Różycki, aos 19 anos de idade, 4 anos antes de se juntar ao Biuro Szyfrów.

Jerzy Witold Różycki (sound ['jεʒɨ ru'ʒɨʦki]) (Olshana, perto de Kiev, Ucrânia, 24 de Julho de 1909Mar Mediterrâneo, perto das Ilhas Baleares, 9 de Janeiro de 1942) foi um matemático e criptologista polaco que trabalhou na quebra de cifras alemãs da Máquina Enigma.

Em 1929, ainda estudante, Różycki, proficiente em alemão, foi um dos estudantes da Universidade de Poznań que aceitou um convite para um curso secreto de criptologia organizado pelo Biuro Szyfrów em Varsóvia.

A partir de Setembro de 1932 Różycki serviu como criptologista civil no Biuro Szyfrów, trabalhando, entre outros, com Marian Rejewski e Henryk Zygalski.

Após Rejewski ter reconstruído a Máquina Enigma usada pelos alemães em Dezembro de 1932, Różycki e Zygalski exploraram métodos para a decriptação com fins de espionagem militar. Różycki inventou o método do "relógio", which que às vezes possibilitava saber qual dos rotores estaria à direita.

Różycki faleceu no Mar Mediterrâneo em Janeiro de 1942, no regresso ao centro de Cadix, perto de Uzès no sol da França de Vichy, de uma viagem a Argel. O seu navio de passageiros, o Lamoricière, afundou-se em circunstâncias nunca esclarecidas perto das Baleares. Entre os 222 mortos, incluiam-se Piotr Smoleński e Jan Graliński, do sector russo pré-guerra do Biuro Szyfrów.

Em 1938, aos 29 anos, Różycki casou com Maria Barbara Mayka. O filho de ambos, Jan Janusz Różycki, nascido em 10 de Maio de 1939, tornou-se membro da equipa polaca de esgrima e venceu uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Verão de 1964.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Zdzisław Jan Kapera, "People of the Enigma: Jerzy Witold Różycki (1904-42)", trad. Tomasz Laczewski, Appendix A em Kozaczuk e Straszak, Enigma: How the Poles Broke the Nazi Code, 2004, pp. 81–86.
  • Władysław Kozaczuk, Enigma: How the German Machine Cipher Was Broken, and How It Was Read by the Allies in World War II, ed., trad. Christopher Kasparek, Frederick, MD, University Publications of America, 1984.
  • Zdzisław Jan Kapera, "Różycki, Jerzy Witold," Polski słownik biograficzny (Polish Biographical Dictionary), vol. XXXII, Wrocław, Wydawnictwo Polskiej Akademii Nauk , 1989-1991, pp. 523–25.