Johann Jakob von Tschudi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johann Jakob von Tschudi
Nascimento 25 de julho de 1818
Glarus
Morte 8 de outubro de 1889 (71 anos)
Lichtenegg
Nacionalidade Suíça Suíço
Ocupação Naturalista

Johann Jakob von Tschudi (Glarus, 25 de julho de 1818Lichtenegg, 8 de outubro de 1889) foi um naturalista e explorador suíço.

Tschudi nasceu em Glarus, e estudou ciências naturais e medicina nas universidades de Neuchâtel, Leiden e Paris. Em 1838, viajou ao Peru, onde permaneceu durante cinco anos, explorando e coleccionando plantas nos Andes. Entre 1857 e 1859 visitou o Brasil e outros países da América do Sul. Em 1860, era o embaixador suíço designado no Brasil, permanecendo até 1868, altura em que de novo se dedicou a explorar o meio rural e a coleccionar para os museus de Neuchâtel, Glarus e Friburgo.

Entre suas andanças pelo Brasil, passou rapidamente por Cananéia, Paranaguá e Antonina, pois em maio de 1958 o navio Catarinense que o levaria para o extremo sul do país sofre danos mecânicos e assim utiliza este período para registrar aspectos da mata atlântica local e reproduzir algumas gravuras, como a baia de Paranaguá.1

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Untersuchungen uber die Fauna Perus (1844-47)
  • Peruanische Reiseskizzen während der Jahre 1838-42(1846)
  • Die Ketchuasprache (1853)
  • Reise durch die Andes von Südamerika (1860)
  • Die brasilianische Provinz Minas-Geraes (1863)
  • Reisen durch Südamerika (1866-69)

Referências

  1. TREVISAN, 2002 - pág.32

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • TREVISAN, Edilberto. Visitantes Estrangeiros no Paraná. Curitiba: Ed. Chain, 2002. 334p.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.