Jorge Ricardo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jorge Ricardo
Nome completo Jorge Antônio Ricardo
Nascimento 30 de setembro de 1961 (53 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasil brasileira
Parentesco Antonio Ricardo (pai)
Ocupação Jóquei

Jorge Ricardo (Rio de Janeiro, 30 de setembro de 1961) é um jóquei brasileiro atualmente radicado na Argentina, que busca, em disputa pessoal com Russel Baze, jóquei canadense radicado nos Estados Unidos, o record mundial de vitórias em todos os tempos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É filho de Antônio Ricardo, catarinense de Urussanga, jóquei que conquistou o maior número de vitórias em hipódromos sulamericanos em uma temporada à sua época , passando após a atuar como treinador , hoje falecido.

Aos 16 anos Jorge Ricardo começou a montar como aprendiz de jóquei no Hipódromo da Gávea, na cidade do Rio de Janeiro. Em 16 de novembro de 1976 conseguiu sua primeira vitória em montando o cavalo Taim, treinado pelo seu pai, que também muito lhe ensinou da arte de condução.

Em 1977 passou à categoria de jóquei. Iniciava-se assim, uma carreira de sucesso, com mais de 9.000 vitórias, 26 títulos de estatística como jóquei no Hipódromo da Gávea, e inúmeras vitórias em provas de grupo, como o Grande Prêmio Brasil, Grande Prêmio São Paulo e o Grande Prêmio Bento Gonçalves.

Em junho de 2006 muda-se para a Argentina, com o objetivo de bater o recorde mundial de vitórias. Tornou-se ídolo e líder das estatísticas dos dois principais hipódromos da Argentina (Hipódromo Argentino de Palermo e Hipódromo de San Isidro), bateu o recorde mundial e atualmente já está com mais de 11.900 vitórias.

Desde 1982 até hoje, ganhou 30 estatísticas anuais, 26 no Brasil e 4 na Argentina, a última em 2012. Na temporada 1992/1993 (de 01/07/1992 a 30/06/1993) estabelece o recorde brasileiro de 477 vitórias em um ano.

Na temporada de 2008 voltou a bater, pelo segundo ano consecutivo, o recorde argentino de carreiras ganhas em um ano, com 467 vitórias Jorge Ricardo venceu Clássicos Internacionais (Grupo I) em todos os países da América Latina em que correu.

Venceu mais de 160 clássicos de Grupo I, tendo vencido, inclusive, em 5 oportunidades, a prova mais importante do turfe sulamericano, o “Grande Prêmio Internacional Latino Americano” (Grupo I), enquanto seus perseguidores imediatos somente o fizeram em 2 ocasiões.

O melhor cavalo que conduziu foi Much Better, um verdadeiro campeão.

Entre os principais sucessos no Brasil estão o Grande Prêmio São Paulo de 1994, montando Much Better e o de 2005, montando Macbeth. Vitórias no Grande Prêmio Brasil em 1992 montando Falcon Jet e em 1994 montando Much Better

Em Buenos Aires[editar | editar código-fonte]

O campeão Jorge Ricardo atua em Buenos Aires no Hipódromo de San Isidro e Hipódromo Argentino de Palermo além do Hipódromo de La Plata, em La Plata, capital provincial, região metropolitana.

Disputa pelo record mundial de vitórias[editar | editar código-fonte]

Em 26 de maio de 2013 Jorge Ricardo atinge incríveis 12.000 vitórias, 44 de vantagem sobre o canadense (em atividade nos EUA) Russel Baze.

Em 2009 Ricardo sofreu uma queda, diminuindo seu ritmo de montarias e em junho de 2009 foi ultrapassado por Baze. Ainda em 2009 cessou sua atuação por vários meses para submeter-se a quimioterapia de um linfoma de baixo grau, esperando curar-se para retornar e para voltar a disputar a liderança mundial.

Atualmente curado, depois de tentar com grande empenho retomar o primeiro posto entre os joqueis mais vitoriosos de todas as épocas, Jorge Ricardo foi aos poucos diminuindo a diferença que tinha a menor ante o seu valoroso rival. Baze ultrapassou a extraordinária cifra de onze mil e quinhentos êxitos nas pistas. Ricardinho, sempre eficiente, lutando para chegar perto de seu adversário, em 23 de maio de 2012, consegue empatar com Baze, cada qual com onze mil quinhentas e noventa e três vitórias, mas, logo em seguida, em 26 de maio ultrapassa o canadense. Entretanto a luta não terminou, continua acirrada e dia a dia mais empolgante.

Em 30 de janeiro de 2014, Jorge Ricardo tingha 12.111 vitórias , contra 12.146 de Russel Baze.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Jorge Ricardo: Un jockey obstinado. - Livro de Jessie Navajos de Camargo .
  • O lendário cavaleiro das inumeráveis vitórias. - Livro de Jessie Navajos de Camargo . Ed. Ediouro, 2004.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.