Grande Prêmio Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Grande Prêmio Brasil é a principal corrida de cavalos disputada no Hipódromo da Gávea, na cidade do Rio de Janeiro. É uma corrida de galope plano no sentido anti-horário (american style),em pista de grama, para cavalos da raça puro sangue inglês de 3 anos e mais idade (3yo+). Oficialmente está classificada como corrida de Grupo 1, tanto no Brasil quanto internacionalmente.

História[editar | editar código-fonte]

O Grande Premio Brasil foi disputado pela primeira vez no primeiro domingo de agosto de 1933, como a concretização da iniciativa do então presidente do recém-criado Jockey Club Brasileiro, Linneo de Paula Machado, em realizar uma corrida que reunisse os melhores cavalos criados no país.

O primeiro Grande Prêmio Brasil, em 1933, foi vencido pelo cavalo brasileiro Mossoró, filho do garanhão brasileiro Kitchner, nascido em Pernambuco, montado por Justiniano Mesquita.

Dentre os principais fatos ocorridos ao longo da história da prova, destacam-se os bicampeonatos de cinco cavalos: os brasileiros Albatroz (1943, 1944), Helíaco (1947, 1948), Zenabre (1965, 1966) e Villach King (1991, 1993); e o argentino GUalicho (1952, 1953), e a vitória do brasileiro Narvik em 1959, quando marcou o recorde mundial para a distância de 3000 metros, na pista de grama, recorde este que se mantém até os dias atuais.

Inicialmente corrido na distância de 3000 metros, teve seu percurdo alterado para 2400 metros a partir de 1972, seguindo novos padrões internacionais.

Linha do Tempo[editar | editar código-fonte]

  • 1933 - Primeira edição do G. P. Brasil.
  • 1959 - Narvik bate o record mundial da distancia de 3000 metros.
  • 2014 - Primeira edição da prova a integrar a série Breeders' Cup Challenge.
    - Primeiro cavalo de três anos a vencer a prova.
    - Primeiro ganhador da Tríplice Coroa Carioca a vencer a prova.

Premiação[editar | editar código-fonte]

  • 2010-2014 : R$897.600 no total ; R$400.000 ao vencedor

Dia da corrida[editar | editar código-fonte]

Tradicionalmente corrido no primeiro domingo do mês de agosto de cada ano, teve sua data alterada para o mês de junho a partir de 2014, passando a dar ao seu vencedor uma vaga garantida para disputar a Breeders' Cup Turf. nos Estados Unidos, no mês de novembro.[1]

Números[editar | editar código-fonte]

Recorde da prova

  • Em 3000m: 3:02.50 - Narvik (1959)
  • Em 2400m: 2:23.93 - L'Amico Steve (2007)

Cavalos com mais vitórias

  • 2 - Villach King (1991, 1993)
  • 2 - Zenabre (1965, 1966)
  • 2 - Gualicho (1952, 1953)
  • 2 - Helíaco (1947, 1948)
  • 2 - Albatroz (1943, 1944)

Jóqueis com mais vitórias

  • 5 - Juvenal Machado da Silva (1979, 1982, 1986, 1987, 1990)
  • 3 - Carlos Lavor (1989, 1991, 1993)
  • 3 - Luiz Rigoni (1954, 1970, 1971)
  • 3 - Dendico Garcia (1964, 1965, 1966)
  • 2 - Altair Domingos (2008, 2013)
  • 2 - Marcelo Almeida (2003, 2005)
  • 2 - Marcello Cardoso (2001, 2002)
  • 2 - Luiz Duarte (1998, 2000)
  • 2 - Jorge Ricardo (1992, 1994)
  • 2 - Albenzio Barroso (1983, 1985)
  • 2 - Edson Ferreira (1977, 1988)
  • 2 - Gonçalino Feijó de Almeida (1976, 1978)
  • 2 - Olavo Rosa (1952, 1953)
  • 2 - Oscar Ulloa (1947, 1948)
  • 2 - Pierre Vaz (1946, 1949)
  • 2 - Irineo Leguisamo (1945, 1961)
  • 2 - Juan Zuniga (1939, 1943)
  • 2 - W. Andrade (1936, 1940)
  • 2 - A. Rosa (1935, 1937)

Treinadores com mais vitórias

  • 6 - Ernani de Freitas (1939, 1943, 1944, 1947, 1948, 1975)
  • 5 - Dulcino Guignoni (2000, 2001, 2002, 2011, 2014)
  • 3 - Venâncio Nahid (1990, 2005, 2009)
  • 3 - João Luiz Macial (1988, 1992, 1994)
  • 3 - Sabatino D'Amore (1964, 1965, 1966)
  • 2 - Ildefonso C. Souza (1991, 1993)
  • 2 - Alcides Morales (1984, 1987)
  • 2 - Wilson P. Lavor (1977, 1989)
  • 2 - A. J. Giovanetti (1969, 1973)
  • 2 - Manoel Branco (1952, 1953)

Proprietários com mais vitórias

  • 4 - Haras Santa Maria de Araras (1989, 1991, 1993, 2013)
  • 3 - Haras Santa Ana do Rio Grande (1984, 1987, 1992)
  • 3 - Haras São José & Expedictus (1975, 1979, 1985)
  • 3 - Stud Almeida Prado e Assumpção (1952, 1953, 1960)
  • 3 - Stud Linneo de Paula Machado (1944, 1947, 1948)
  • 3 - Antenor Lara Campos (1935, 1937, 1940)
  • 2 - Stud Alvarenga (2001, 2014)
  • 2 - Fazenda Mondesir (1976, 1978)
  • 2 - Theotonio Piza de Lara (1965, 1966)
  • 2 - Haras Faxina (1959, 1983)

Vencedores nos últimos 10 anos[editar | editar código-fonte]

[2] [3]

Ano Vencedor Filiação Jockey Treinador Proprietário Criador 2°lugar 3°lugar Tempo
2005 VELODROME França Booming
Brasil Licena
Marcelo Almeida Venâncio Nahid Haras Dar-El-Salam Haras Dar-El-Salam PESTANITA SINISTRO 2:26.30
2006 DONO DA RAIA República da Irlanda Hibernian Rhapsody
Brasil Outra Arumba
Marcelo Gonçalves Antônio L. Cintra Stud Mictik Haras São Quirino HIS FRIEND NAPERON 2:27.28
2007 L'AMICO STEVE Estados Unidos Spend A Buck
Brasil All For Love
Vagner Leal Valter S. Lopes Stud Star Gold Haras Old Friends S.A. TANGO DI GARDEL HIS FRIEND 2:23.93
2008 TOP HAT Estados Unidos Royal Academy
Brasil Tavira
Altair Domingos João Macedo Stud JCM Haras São José da Serra QUATRO MARES BIOLOGO 2:25.67
2009 JEUNE-TURC República da Irlanda Know Heights
Estados Unidos Creature Du Ciel
Marcos Mazini Venâncio Nahid Stud CED Haras Fronteira FLYMETOTHEMOON LIGNONS HERO 2:30.84
2010 MORYBA Brasil Hard Buck
Brasil Valetza
Dalto Duarte Roberto Solanés Stud Correas Haras São José & Expedictus ANOTHER XHOW TONEMAI 2:25.33
2011 BELO ACTEON Brasil Acteon Man
Brasil Back For Good
Henderson Fernandes Dulcino Guignoni Stud H&R Aluizio Merlin Ribeiro TOO FRIENDLY JECA 2:26.21
2012 DIDIMO Reino Unido Nedawi
Brasil Qualibet
Ângelo M. Souza Lucas Quintana Stud Ceprano Stud Eternamente Rio UNO SOLO INVICTUS 2:27.15
2013 AEROSOL Estados Unidos Public Purse
Brasil Nina Sabella
Altair Domingos Júlio C. Sampaio Haras Santa Maria de Araras Haras Santa Maria de Araras GANESH MOJITO 2:25.94
2014 BAL A BALI Estados Unidos Put It Back
Brasil In My Side
Vagner Borges Dulcino Guignoni Stud Alvarenga Haras Santa Maria de Araras MOJITO BEACH BALL 2:27.29

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ganhador do GP Brasil estará classificado para a Breeder’s Cup americana
  2. JCB: Histórico do Grande Prêmio Brasil
  3. TBHeritage : Grande Prêmio Brazil