José López Rega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José López Rega em meados dos anos 1970. Isabel Martínez de Perón pode ser vista à sua esquerda, de casaco de pele.

José López Rega (17 de outubro de 1916, Buenos Aires — 9 de junho de 1989, Buenos Aires). Foi o fundador do grupo de extermínio Aliança Anticomunista Argentina ("Triple A"), López Rega foi também membro da Loja maçônica P2, conforme descoberta efetuada pela polícia italiana em 1981. Comissário Geral da Polícia Federal Argentina e Ministro do Bienestar no governo de Isabel Perón, ficou conhecido pelo apelido El Brujo ("O Bruxo"). Em seu intento de fazer predominar os interesses da direita.

Em 1975, o ministro das Finanças, Celestino Rodrigo, patrocinado pelo próprio López Rega, anunciou um choque plano econômico liberal por um aumento de preços súbita. A violenta reação popular a este plano levou à demissão de Lopez Rega e seu vôo para a Espanha.

Depois de passar mais de 10 anos em fuga, foi preso nos Estados Unidos em 1986 e extraditado para a Argentina, onde foi indiciado por conspiração, seqüestro e assassinato em conexão com o julgamento dos perpetradores de terrorismo de Estado. Morreu aos 72 anos em 09 de junho de 1989 enquanto cumpria pena de prisão pendente preventiva.[1]

Referências

  • LARRAQUY, Marcelo. López Rega. La biografía. Editorial Sudamericana. ISBN 9500724413.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.