Juve vs.Toro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Juve vs. Toro é o clássico da cidade de Turim, localizada no norte da Itália, que envolve a Juventus e o Torino , também conhecido como Derby della Mole, em homenagem ao nome de famoso prédio da cidade de Turim, pertencente ao Museu Nacional do Cinema (Mole Antonelliana), e são equipes que se confrontam desde 13 de janeiro de 1907, em clássico que terminou com a vitória do Torino por 2 a 1.

Tribuna "sud" Juventus Stadium.JPG
Supporters Granata.jpg
Torcidas de Juventus e Torino.

Eduardo Bosio retornou à Turim depois de estadia de estudos na Inglaterra em 1887, trazendo suas concepções do futebol para esta cidade, sendo depois fundados o Internazionale Torino e o FC Torinese, que se fundiram em 1906, para nascer o AC Torino, um dos nomes precursores do atual Torino Football Club.

Já a Juventus foi fundada por estudantes, em 1897, conquistando o primeiro título em 1905.

Os dois clubes, situados na zona sul de Turim, eram separados fisicamente no início do Século XX apenas por uma rodovia .

Controlada por décadas pela família Agnelli, controladora da FIAT, a Juventus viu sua torcida crescer muito devido a chegada em massa de imigrantes de outras regiões da Itália à cidade de Turim para trabalhar nesta empresa, imigrantes que influenciaram decisivamente para que a torcida da Juve se espalhasse por toda a Itália, pois quando voltavam para seus lugares de origem levavam junto a paixão pela "La Vecchia Signora".

Já o Torino (Turim em português), manteve-se vinculado emocionalmente e talvez provincianamente à cidade de Turim e à região do Piemonte .

Na temporada 1975/1976 o título teve um sabor muito especial para os torcedores do Toro, pois a Juventus tinha uma vantagem de seis pontos (a vitória valia dois) no segundo turno do campeonato, mas perdeu três partidas consecutivas, sendo uma para o Torino, que terminou campeão italiano depois de vinte e sete anos na fila.

Graziani marcado por Scirea e Benetti no Campeonato Italiano 1976-77

Nas duas temporadas seguintes a Juventus foi a campeã e o Torino vice.

O Torino já dominou o campeonato italiano, mas provavelmente sofre até hoje com as consequências do desastre do Superga, quando seu elenco de craques foi dizimado num desastre aéreo em 4 de maio de 1949, já que após este acidente o Torino conquistou apenas 3 campeonatos italianos.

A Juventus, patrocinada economicamente pela FIAT, aos poucos tomou as rédeas do Campeonato Italiano, conquistando 20 campeonatos após o desastre do Superga, mas acabou rebaixada para a Série B em 2006, por escândalo de corrupção de arbitragens, enquanto o Torino em 2006 retorna à Série A, ou primeira divisão italiana, levando esperança aos seus torcedores de escrever outras páginas gloriosas em sua história.

Segundo pesquisa de torcidas realizada pelo Instituto Doxa em 2003, a Juventus seria a maior torcida da Itália com 31% da preferência dos torcedores, cerca de 18 000 000 de fãs, uma torcida nacional, distribuída em todas as regiões da Itália.

Já o Torino contaria com 1,9% dos torcedores, concentrados em Turim e arredores, cerca de 1 100 000 torcedores, nada mal para um clube que esteve em crise por vários anos e mesmo assim arrasta bons públicos aos estádios.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

  • Número de partidas: 229
  • Vitórias da Juventus: 95
  • Vitórias do Torino: 72
  • Empates: 62
  • Gols da Juve: 348
  • Gols do Toro: 309

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • Recorde de público: Torino 0 a 1 Juventus, 70.200, 28 de outubro de 1962[1]
  • Partida com mais gols: 14, Torino-Juventus 8-6 em 9 de fevereiro de 1913.
  • Maior goleada do Torino: 8 a 0 em 17 de novembro de 1912.
  • Maior goleada da Juventus: 6 a 0 em 20 de abril de 1952.
  • Maior número de vitórias consecutivas: Juventus, 6, de 25 de outubro de 2008 a 23 de fevereiro de 2014.
  • Maior número de empates consecutivos: 4, de 3 de abril de 1977 a 19 de novembro de 1978.
  • Maior número de minutos sem sofrer gols: Juve, 910 minutos, de 24 de fevereiro de 2002 a 23 de fevereiro de 2014
  • Gol mais rápido: Valentino Mazzola, Torino, com 1' em 18 de junho de 1944.
  • Maior virada com vitória: Juventus, da 0 a 2 a 4 a 2 em 7 de março de 1982.
  • Maior virada: Torino, de 0 a 3 a 3 a 3 em 14 de outubro de 2001.
  • Maior goleador em um único derby: Hans Kämpfer, Torino, 4 gols em 3 de fevereiro de 1907.
  • Maior goleador em derbys consecutivos: Felice Borel, Juve, 6 gol de 4 de dezembro de 1932 a 10 de março de 1935.
  • Mais derbys em um único ano: 6; 3 pelo Campeonato Italiano, 2 pela Coppa Italia e 1 pela Coppa UEFA, em 1988.

Referências