Kamāl ud-Dīn Behzād

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Morte de um Rei.

Kamāl ud-Dīn Behzād Herawī (c. 1450 – c. 1535), também conhecido como Kamal al-din Bihzad ou Kamaleddin Behzad (em persa: کمال‌الدین بهزاد), foi um pintor nativo de Herat, uma cidade no moderno Afeganistão, que trabalhava com iluminuras e era o chefe do ateliê real em Herat e Tabriz durante o final do Império Timúrida e começo do Império Safávida.

Behzad nasceu, viveu e trabalhou em Herat (hoje no Afeganistão) sob a Dinastia Timúrida e em Tabriz, sob a Dinastia dos Safávidas. Era aprendiz de Mir Ali Shir Nava'i. Seu maior cliente em Herat era o Sultão timúrida Husayn Bayqarah (governou de 1469 a 1506) e outros emires da época. Apóa a queda dos Timúridas, foi empregado por Shah Ismail I, da Dinastia Safávida, em Tabriz, onde, como diretor do ateliê real, teve um impacto decisivo no desenvolvimento da pintor tardia do período Safávida.

Morreu em 1535 e seu túmulo está em Tabriz, 2-Kamal Tomb. Uma estátua de Behzad está localizada em 2-Kamal Tomb.

Behzad é o mais famoso dos pintores persas de iluminuras, trabalhando em um estilo que ele mesmo desenvolveu. Entre as obras mais famosas, inclui-se "A Sedução de Yusuf" de uma obra do poeta persa Musharrif Od-Dîn Sa'adi de 1488,pinturas de um manuscrito do poeta Nezami, hoje na Biblioteca Britânica (especialmente as cenas de Laila e Majnun e Haft Paykar). A atribuição de obras ao próprio Behzad himself é muitas vezes problemática, mas a maioria de suas obras identificadas foram criadas entre 1488 e 1495.

Ele também é mencionado no famoso romance de Orhan Pamuk, "My Name is Red", como um dos mais famosos criadores de iluminuras da Pérsia.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Kamāl ud-Dīn Behzād


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.