Kookaburra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaKookaburra
Kooklookatme.JPG

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Coraciformes
Família: Alcedinidae
Halcyonidae
Género: Dacelo
Espécies

Kookaburra (Dacelo spp.) é uma ave coraciforme da família dos guarda-rios, endémica da Austrália, Nova Guiné e ilhas do estreito de Torres. Actualmente o género Dacelo contém quatro espécies: a kookaburra-risonha (D. novaeguineae) que vive na Austrália oriental, norte da Tasmânia e sudoreste da Austrália Ocidental; a kookaburra-azul (D. leachii), que habita o norte da Austrália; a D. gaudichada, que viva na Nova guiné; e a D. tyro, que também na Nova Guiné e nas ilhas Aru. Estas aves têm preferência por áreas florestadas abertas, zonas agrícolas e circundantes a rios, até mesmo parques e jardins localizados em cidades.

As kookaburras são os maiores representantes da família Alcedinidae com cerca de 40 a 47 cm de comprimento, sendo a kookaburra-risonha um pouco maior. A cabeça é relativamente grande e termina num bico espesso e robusto, típico dos guarda-rios. A plumagem é castanha, com riscas brancas na cabeça (kookaburra-risonha) e cauda avermelhada. A kookaburra-azul tem manchas azuis nas asas e cauda azul. O grupo apresenta algum dimorfismo sexual, sendo as fémeas ligeiramente maiores mas menos coloridas.

As kookaburras são aves gregárias e territoriais que vivem em pequenos grupos familiares compostos por um casal monogâmico e crias de ninhadas anteriores, que ajudam a criar os irmãos. As aves do bando comunicam entre si com frequência, através de vocalizações ruidosas que fazem lembrar gargalhadas. O casal defende o seu território com agressividade de outros membros da sua espécie e aves em geral. A alimentação é feita à base de qualquer animal pequeno o suficiente para ser apanhado, incluindo peixes, insectos, pequenos anfíbios, lagartos e até cobras.

Na época de reprodução, o casal constrói um ninho em geral num tronco de árvore, onde são colocados 2 a 4 ovos de cor branca incubados ao longo de 24 dias. Os juvenis nascem cegos, sem penas e totalmente dependentes dos cuidados dos progenitores e grupo familiar durante cerca de 13 semanas. Ao fim deste período, os juvenis passam a alimentar-se sozinhos mas permanecem no território dos pais durante duas ou três épocas de reprodução. As kookaburras podem viver até aos vinte anos.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]