Língua tati

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tati (تاتی)
Falado em: Irã
Região: Noroeste do Irã
Total de falantes: 220 mil - Takestani
Família: Indo-europeia
 Indo-Iraniana
  Iraniana
   Ocidental
    Noroeste
     Tati
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: vários:
tks — Takestani
xkc — Kho'ini
hrz — Harzandi
rdb — Rudbari
esh — Eshtehardi
tov — Taromi
xkp — Kabatei

Tati (em língua persa تاتی) é um grupo de dialetos iranianos do noroeste que têm uma relação muito próxima com a língua talish e é falada pelo povo Tat do Irã. Não deve ser confundida com a língua tat.

Alguns estudiosos chamam a língua tati de ”antiga língua Azari/Azeri” como se a mesma fosse falada na região antes da expansão das línguas turcomanas, e que hoje é falada em diversas comunidades rurais no Azerbaijão oriental (norte do Irã), em Harzanabad, vilarejos nas proximidades de Khalkhal e Ardabil, e ainda nas províncias iranianas de Zanjan e Qazvin . Fala-se o tati também em vilarejos como Vafs e Chehreghan no Irã Central (conf. Gholamhossein Mosahab na Enciclopédia Persa)[1] [2] [3]

Dialetos[editar | editar código-fonte]

Seis são os grupos de dialetos tati:

  1. Chāli, Tākestāni, Eshtehardi, Khiāraji, Ebrāhim-ābādi, Sagz-ābādi, Dānesfāni, Esfarvarini, Khoznini
  2. Kho'ini, Balbavini, Sefid-kamari, Halabi, Sa'd-ābādi
  3. Khalkhāli, Tāromi
  4. Harzandi, Dizmāri
  5. Kuhpaya'i, Rudbari, Alamuti
  6. Kilit

Fonética[editar | editar código-fonte]

A fonética do Tati é similar à das demais línguas iranianas do noroeste. Se distingue pela presença persistente dos sons iranianos *z, *s, *y-, * v- contra os correspondente do sudeste d, h, j-, b-; o desenvolvimento do /ʒ/ < * j, */t͡ʃ/ do sudoeste; e a presença do *r entre e depois de vogais, mais, em alguns dialeto, o desenvolvimento das consoantes róticas (forma do som R).

Morfologia[editar | editar código-fonte]

A estrutura morfológica do é bem menos analítica do que a das demais línguas iranianas do noroeste, uma vez que o idioma perdeu características como classes de palavras e verbos complexos. Dois casos gramaticais permaneceram: direto (subjetivo) e oblíquo. Apresenta o gênero neutro, exceto em alguns casos.

Tati é uma [[língua ergativa-absolutiva, ou seja: "com verbos transitivos o sujeito/gente é expresso como caso (objeto) direto no tempo presente; porém, o oblíquo nos tempos pretéritos, enquanto que o objeto direto/passivo em tempos presentes é expresso pelo oblíquo, mas direto no passado."[4]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Paul, Ludwig (1998a). Posição de Zazaki entre as línguas iranianas ocidentais - 3rd European Conference of Iranian Studies, 11-15.09.1995, Cambridge, Nicholas Sims-Williams (ed.), 163-176. Wiesbaden: Reichert.
  2. Andrew Dalby, Dicionário de Línguas – referência definitiva de mais de 400 idiomas - Columbia University Press, 2004, pg 496.
  3. "Azari, the Old Iranian Language of Azerbaijan," Encyclopaedia Iranica, op. cit., Vol. III/2, 1987 - E. Yarshater.
  4. Iranica entry on Eshtehārdi, one of Tati dialects

Ligações externas[editar | editar código-fonte]