Lago Nahuel Huapi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lago Nahuel Huapi
Localização
Coordenadas 41° 05′ S 71° 20′ W
Localização Patagônia, Argentina
País  Argentina
Localidades mais próximas San Carlos de Bariloche
Características
Tipo Natural
Área * 530 km²
Comprimento máximo 37 km
Largura máxima 10,2 km km
Perímetro * 357 km
Profundidade média 157 m
Profundidade máxima 438 m
Efluentes Rio Limay
Ilhas Isla Victoria
* Os valores do perímetro, área e volume podem ser imprecisos devido às estimativas envolvidas, podendo não estar normalizadas.

O Nahuel Huapi é um lago argentino de origem glacial com 550 km² situado a cerca de 700 metros acima do nível do mar a pouca distância da fronteira com o Chile. É compartilhado pelas províncias argentinas de Río Negro e Neuquén e é margeado pelo Parque Nacional Nahuel Huapi. Às suas margens foi fundada em 1895 a famosa cidade de San Carlos de Bariloche.

O lago se destaca por sua profundidade (a máxima alcança os 450 m) e por suas sete ramificações ou braços: Campanario, de la Tristeza, Blest, Machete, del Rincón, Última Esperanza e Huemul. É também a nascente do rio Limay. Posui várias ilhas, sendo a maior de todas e importante por sua atividade turística a Isla Victoria, com 31 km².

Lago Nahuel Huapi, o primeiro Parque Nacional da Argentina.

Suas águas, suas ilhas e a paisagem ao seu redor o tornam um dos locais de maior atração do sul da Argentina. Quiçá aqueles que ficam poucos dias na cidade de San Carlos de Bariloche não têm a oportunidade inesquecível de presenciar a mudança de cores das suas águas. De um azul-turquesa intenso em dias ensolarados, para um tom prateado em dias nublados e quase negro em dias chuvosos. E quando quase não ha vento, suas águas são como um enome espelho que reflete os contrastes da natureza que o envolve.

Foi descoberto em 1670 por missionários jesuítas provenientes de Castro, na ilha de Chiloé. Estes fundaram uma missão na península Huemul, às margens do lago, para evangelizar os nativos.

A missão foi abandonada em 1718 devido ao assassinato de 5 religiosos. Quase dois séculos depois, a 22 de Janeiro de 1876, o perito Francisco Pascasio Moreno (mais conhecido como Perito Moreno) subiu o rio Limay, chegando à margem leste do lago.

Atualmente diversas embarcações percorrem suas águas levando turistas e amantes das paisagens patagónicas.

Ondas no Nahuel Huapi
Nahuel Huapi
Vista do Canto esquerdo do Lago

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Quiroz, R.; Delfino, R.; Cuch, S. y Merello, R.;. Diccionario Geográfico de ambientes acuáticos continentales de la República Argentina. Parte I. Ambientes lénticos, Instituto Nacional de Investigación y Desarrollo Pesquero, Departamento Aguas Continentales, 1983.
  • De Aparicio, F. y Difrieri, H.; La Argentina. Suma de Geografía, Tomo V, Ediciones Peuser, Buenos Aires, 1960.
  • Erize, F.; Canevari,M.; Canevari, P.; Costa,G. y Rumboll, M. "Los Parques Nacionales de la Argentina y otras áreas naturales" Ed. INCAFO. Madrid, 1981.
  • Autores Varios. Enciclopedia Visual de la Argentina, Tomo II, Clarín-A.G.E.A.S.A. Buenos Aires, 2002. ISBN 950-782-232-1

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Argentina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.