Ligação sigma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Ligação sigma é uma ligação entre dois orbitais atômicos. Pode ser dada como a ligação entre dois orbitais s, ou entre um orbital s e um p, ou ainda entre dois orbitais p, onde em todos esses casos os orbitais se interpenetram frontalmente. Normalmente o que ocorre é o seguinte: os de dois átomos de carbono, por exemplo, que são orbitais p, se ligam. A primeira ligação a ser formada é um sigma, porque os dos orbitais que estiverem mais próximos um do outro se interpenetram frontalmente. Observa-se uma simetria cilíndrica sobre o eixo que une o centro dos dois átomos. A densidade eletrônica( o par de elétrons da ligação) vai se situar entre os núcleos dos átomos ligados, mais proximo do átomo com maior eletronegatividade; um ligação sigma entre os átomos mais importantes para a química do carbono pode ser feita por um orbital híbrido tipo sp, sp² ou sp³, e o orbital s do hidrogênio, ou com orbitais sp, sp² e sp³ de átomos maiores. A ligação sigma pode ocorrer também através da interpenetração de orbitais no mesmo eixo e com qualquer tipo de orbital. Já a ligação pi ocorre somente com orbitais do tipo (P) e através da atração de orbitais em eixos paralelos.

  • uma ligação simples (A-B) é sempre sigma.
  • uma ligação dupla (A=B) é sempre uma ligação sigma e outra ligação pi.
  • uma ligação tripla (A=-B) é sempre uma ligação sigma e duas ligações pi.
Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.