Liquid Tension Experiment (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Liquid Tension Experiment
Álbum de estúdio de Liquid Tension Experiment
Lançamento 10 de março de 1998
Gravação 20 a 25 de setembro de 1997
Gênero(s) Metal progressivo
Rock instrumental
Metal fusion
Duração 74:04
Gravadora(s) Magna Carta
Produção Liquid Tension Experiment
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Liquid Tension Experiment
Último
Último
Liquid Tension Experiment 2
(1999)
Próximo
Próximo

Liquid Tension Experiment é o primeiro álbum gravado pelo grupo Liquid Tension Experiment, lançado em 1998. O álbum inteiro foi escrito e gravado em estúdio durante uma semana.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Paradigm Shift"   8:54
2. "Osmosis"   3:26
3. "Kindred Spirits"   6:29
4. "The Stretch"   2:00
5. "Freedom of Speech"   9:19
6. "Chris and Kevin's Excellent Adventure"   2:21
7. "State of Grace"   5:01
8. "Universal Mind"   7:53
9. "Three Minute Warning (Pt. 1)"   8:20
10. "Three Minute Warning (Pt. 2)"   4:02
11. "Three Minute Warning (Pt. 3)"   5:18
12. "Three Minute Warning (Pt. 4)"   4:20
13. "Three Minute Warning (Pt. 5)"   6:31

Notas[editar | editar código-fonte]

  • O título de "Three Minute Warning" é uma referência ao dia de gravações em que Tony Levin queria improvisar, enquanto John Petrucci e Mike Portnoy queriam escrever cuidadosamente as músicas. Levin disse aos outros que se eles não começassem a tocar em três minutos, ele iria embora para casa. As faixas "Three Minute Warning" são a gravação do que se seguiu. A música fluiu de forma tão inesperada que a fita de gravação acabou após 27 minutos, mas por sorte o gravador DAT de Portnoy estava ligado e gravou o final da música.
  • O final no piano de "Universal Mind" é uma variação da canção popular estadunidense "Heart and Soul", de 1938.
  • O título de "Chris and Kevin's Excellent Adventure" não é uma referência a Chris Collins e Kevin Moore, ex-membros do Dream Theater. Esse nome foi escolhido porque o fotógrafo não parava de chamar Mike Portnoy e Tony Levin de "Chris" e "Kevin", mesmo após ser corrigido várias vezes. O episódio virou piada e foi parar no título da música, como referência ao filme Bill and Ted's Excellent Adventure, de 1991.