Litopterna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde Maio de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Como ler uma caixa taxonómicaLitopterna
Ocorrência: Paleoceno–Pleistoceno
Macrauchenia sp.

Macrauchenia sp.
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
(sem classif.) Meridiungulata
Ordem: Litopterna
Ameghino, 1889
Famílias
ver texo

Litopterna é uma ordem extinta de mamíferos ungulados do clado Meridiungulata. Ocorreu na Antártida e na América do Sul do Paleoceno ao Pleistoceno.[1]

Descendem de mamíferos isolados pela deriva continental, quando o continente sul-americano tornou-se um continente-ilha. Inclui criaturas que sofreram evolução convergente (inclusive filtrando os mesmos nichos ecológicos) com os cavalos (como Diadiaphorus) e com os camelos (como Macrauchenia), estes últimos apresentavam em alguns casos uma pequena probóscide. Tornaram-se extintos no começo do Holoceno, provavelmente devido a invasão de espécies norte-americanas com a junção dos dois sub-continentes.

Os litopternos possuíam uma redução no número de dedos, normalmente com três dedos, mas existiu espécies com um dedo apenas. Eram integrantes comuns e variados da fauna do Terciário, decrescendo no Pleistoceno. As formas ancestrais eram semelhantes aos Condylarthra, tanto que alguns pesquisadores consideram os litopternos como formas de condilartros especializados e derivados. Entretanto, os cientistas acreditam que a Litopterna (juntamente com outros ungulados sul-americanos) originaram-se completamente independentes de outras formas unguladas, sendo assim não relatados como os condilartros. Estas formas então compreenderiam um novo clado, o Meridiungulata. Macrauchenia foi um recente gênero de litopterno, e foi o único grupo que sobreviveu a Grande Troca Interamericana; mas foram extintos durante o Pleistoceno.

Os litopternos, como os notoungulados e pirotérios, são exemplos de mamíferos ungulados que evoluíram relativamente independentes no isolamento da ilha-continente da América do Sul. Como a Austrália, a América do Sul foi isolada dos outros continentes com a quebra da Gondwana. Durante o período de isolamento, animais únicos evoluíram para preenches os nichos ecológicos existentes.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bond, M.; Reguero, M.A,; Vizcaíno, S.F.; Marenssi, S.A. (2006). "A new ‘South American ungulate’ (Mammalia: Litopterna) from the Eocene of the Antarctic Peninsula". In J. E. Francis, D. Pirrie, J. A. Crame (eds). Cretaceous-tertiary high-latitude palaeoenvironments: James Ross Basin, Antarctica. The Geological Society of London. pp. 163–176. doi:10.1144/GSL.SP.2006.258.01.12.
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Litopterna
Ícone de esboço Este artigo sobre Mamíferos pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.