Jurássico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Período Jurássico
199.6–145.5 milhões de anos atrás
J


Teor médio de o2 atmosférico durante o período ca. 26 Vol %[1]
(130 % do nível atual)
Teor médio do CO2 atmosférico durante o período ca. 1950 ppm[2]
(7 vezes o nível pré-industrial)
Temperatura média da superfície durante o período ca. 16.5 °C[3]
(3 °C acima do nível atual)



Na escala de tempo geológico, o Jurássico é o período da era Mesozoica do éon Fanerozoico que está compreendido entre 199 milhões e 600 mil e 145 milhões e 500 mil anos atrás, aproximadamente. O período Jurássico sucede o período Triássico e precede o período Cretácico, ambos de sua era. Divide-se nas épocas Jurássica Inferior (ou Lias), Jurássica Média (ou Dogger) e Jurássica Superior (ou Malm), da mais antiga para a mais recente. O nome Jurássico é devido as montanhas Jura, dos alpes franceses, contém grande quantidade de rochas deste período.

Paleogeografia[editar | editar código-fonte]

Com o aumento do nível dos oceanos, terras baixas foram encobertas pelo mar, o que dividiu Pangeia em dois continentes: Laurásia, ao norte, e Gondwana, ao sul. Essa divisão também permitiu que a umidade vinda do mar atingisse regiões que antes não atingia (por estarem no interior de Pangeia), o que tornou o clima mais úmido.

Flora[editar | editar código-fonte]

Durante o Jurássico, o clima quente e úmido fez com que as florestas se proliferassem, o que fez a diversidade de plantas se tornar muito maior que a do Triássico. As plantas predominantes são cicadáceas, ginkgos e coníferas gigantescas (sequoias). Também é neste período que surgem as primeiras plantas com flores.

Fauna[editar | editar código-fonte]

A fauna do Jurássico é marcada pela hegemonia dos répteis em todos os ambientes: dinossauros e a Cecilia na terra, pterossauros no ar e plesiossauros no mar. O período também é marcado pelo surgimento das primeiras aves e dos primeiros mamíferos verdadeiros. Nos oceanos, além dos plesiossauros, também existem crocodilos marinhos, tubarões já muito parecidos com os atuais (ex.: Hybodus) e outros répteis marinhos (ex.: ictiossauros). Começaram a surgir dinossauros mais evoluídos e inteligentes, que eram superiores aos primitivos répteis do Triássico.

Em Portugal são conhecidos muitos dinossauros[4] e mamíferos desta idade, sobretudo da região da Lourinhã e Guimarota, respectivamente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Imagem:Sauerstoffgehalt-1000mj.svg
  2. Imagem:Phanerozoic Carbon Dioxide.png
  3. Imagem:All palaeotemps.png
  4. Antunes, M. T., & Mateus, O. (2003). Dinosaurs of Portugal. Comptes Rendus Palevol2(1), 77-95.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Jurássico
Precedido por
Triássico
Jurássico
208 - 144
milhões de anos atrás
Sucedido por
Cretáceo