Era geológica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma era geológica é a divisão de um éon na escala de tempo geológico. As eras geológicas podem ser subdivididas em períodos. A entidade responsável pela definição e classificação das eras geológicas é a The International Commission on Stratigraphy (ICS) (Comissão Internacional de Estratigrafia) que, por sua vez, é o maior corpo científico dentro da International Union of Geological Sciences (União Internacional das Ciências Geológicas).[1]

Eras[editar | editar código-fonte]

Das mais antigas para as mais jovens as eras geológicas são as seguintes:

  • Éon Hadeano - Dificilmente pode ser caracterizado em escala temporal, tendo somente como prova de sua existência as rochas lunares.
O mais antigo éon, não possui subdivisão formal pela ICS.
  • Éon Arqueano ou Arcaico - entre 3,85 bilhões de anos e 2,5 bilhões de anos atrás, aproximadamente.
Era Eoarqueana
Era Paleoarqueana
Era Mesoarqueana
Era Neoarqueana
  • Éon Proterozóico (vida primitiva) - está compreendido entre 2,5 bilhões e 542 milhões de anos atrás.
Era Paleoproterozóica
Era Mesoproterozóica
Era Neoproterozóica
  • Éon Fanerozóico - 542 milhões de anos atrás até agora.
Era Paleozóica: vida antiga
Era Mesozóica: vida intermediária
Era Cenozóica: vida recente

Referências

  1. The International Commission on Stratigraphy (em inglês) (2010). Visitado em 26/10/2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


As eras geológicas são divisões da escala de tempo geológico que podem ser subdivididos em períodos a fim de se conhecer a longa vida do planeta. As eras são caracterizadas pelas formas em que os continentes e os oceanos se distribuíam e os seres viventes que neles se encontravam Da mesma maneira que o historiador faz a reconstituição da história do homem, a geologia histórica, que é um ramo da ciência geológica, faz a reconstituição da história da Terra. Para o historiador fazer a reconstituição da história do homem, ele se baseia nas fontes históricas. Por exemplo, os objetos, os documentos e ruínas de aldeias e cidades são fontes históricas. Através do estudo desses materiais ou elementos, o historiador faz a reconstituição da história do homem. Para o geólogo realizar a reconstituição da história da Terra, ele se baseia nos estudos das rochas e dos fósseis. O estudo das rochas possibilitou ao geólogo conhecer:

  • a antigüidade da Terra, calculada através do estudo das rochas radioativas, como por exemplo o urânio;
  • os climas de épocas passadas, existentes em várias partes da Terra;
  • os terremotos e vulcanismos do passado;
  • as distribuições dos continentes e oceanos à superfície da Terra e suas variações através do tempo geológico.

AS ERAS GEOLÓGICAS SÃO AS SEGUINTES:

  • Pré-Cambriano- é a maior extensão de tempo geológico da Terra que tem início nos primórdios de sua formação e termina no período Cambriano.

É um período muito longo com quatro bilhões de anos. Neste período ocorreu a formação da Terra como um corpo planetário, inclusive a geosfera, hidrosfera, atmosfera, como também o aparecimento da biosfera. São oito décimos da história da Terra e nela foram encontradas complexas redes de rochas ígneas e metamórficas, que abaixo das rochas sedimentares mais recentes foram chamadas de rochas primárias ou primordiais.



  • Era Paleozóica-(paleozóica significa vida antiga) marca a existência das primeiras formas pluricelulares estruturadas de vida nos oceanos. Os continentes formavam um bloco único: a Pangéia. A Era Paleozóica é conhecida como o Período Primário da história geológica da Terra.
  • Era Mesozóica


Mesozóica significa vida intermediária, desenvolveu-se a vida nas terras emersas, primeiro com os répteis e posteriormente com os mamíferos e as aves. Foi nessa era que se iniciou a deriva dos continentes. A Era Mesozóica é conhecida como o Período Secundário.

  • Era Cenozóica-(cenozóica significa vida recente), a vida evoluiu, com o surgimento de novas espécies. Formaram-se as grandes cadeias de montanhas jovens, por dobramentos em áreas de colisão de placas. Ocorreram as grandes glaciações e apareceram os primeiros hominídeos, isto é, os ancestrais do homem, isso há cerca de 4 milhões de anos.

O Cenozóico é subdivido em dois períodos: o Terciário e o Quaternário, sendo que este último é marcado por processos geomorfológicos recentes, a exemplo da formação das planícies costeiras.