Calendário litúrgico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}

Calendário litúrgico é o calendário de cerimônias, festas e solenidades de qualquer religião.

Na Igreja Católica[editar | editar código-fonte]

O Calendário litúrgico da Igreja Católica Apostólica Romana foi feito para cobrir todo o ano litúrgico cristão, abordando várias passagens bíblicas consoante o período em causa, considerando as duas principais celebrações cristãs: o Natal e a Páscoa. Divide-se em três anos: A, B e C.

Foi concebido para a Igreja celebrar o Mistério de Cristo (particularmente o seu Mistério pascal) como Corpo de Cristo as principais etapas da vida de Jesus e refletir sobre sua missão e mensagem.

Para cada período do ano é intensificado uma cor diferente, que identifica de maneira direta o período em que estiver sendo vivenciado no calendário. São elas: Branco, Verde, Roxo, Vermelho e Rosa. Outras cores como Preto e Ouro substituem algumas cores ao longo do ano.

Os períodos[editar | editar código-fonte]

O calendário é dividido nos seguintes períodos:

Cada ano litúrgico inicia-se quatro domingos antes do dia de Natal e encerra-se cinco domingos antes do natal seguinte.

Os Domingos especiais[editar | editar código-fonte]

São datas significativas na história de Jesus e do Cristianismo:

Festas de guarda que podem não ser no domingo[editar | editar código-fonte]

Baseando-se no terceiro mandamento da Lei de Deus, a Igreja Católica estipula que todos os católicos são obrigados a irem à missa em todos os domingos e festas de guarda. Por isso, esta obrigação está também presente nos Cinco Mandamentos da Igreja Católica. A maior parte das festas de guarda caiam sempre num domingo (ex: Domingo de Ramos, Pentecostes, domingo de Páscoa, Santíssima Trindade, etc.), que já é o dia semanal obrigatório de preceito ou guarda. Então, as festas de guarda que podem não ser no domingo são apenas dez:[1]

Porém, nem todos os países e dioceses festejam e guardam estes dez dias de preceito, porque, "com a prévia aprovação da Sé Apostólica, [...] a Conferência Episcopal pode suprimir algumas das festas de preceito ou transferi-los para um domingo".[1]

Breve explicação dos períodos e domingos especiais[editar | editar código-fonte]

  • Advento
Período: Inicia quatro domingos antes do Natal e encerra-se na véspera do dia de Natal.
Significado: Celebra-se a esperança da Salvação e a espera pelo nascimento do Salvador.
Cores: roxa e rosa.
Símbolos Velas; Luz.
  • Natal
Período: Inicia-se no Dia de Natal e vai até o domingo do Batismo de Jesus.
Significado Celebra-se o nascimento de Jesus, o Salvador. No dia de Natal utiliza-se a cor dourada, nos demais dias branco.
Cores: branco (que pode ser tocada pelo Dourado).
Símbolos: Manjedoura; Pastores Estrela.
  • Epifania
Período: Dia seis de janeiro.
Significado: A palavra significa “manifestação”. Rememora-se a jornada do reis sábios até encontrar o menino Jesus.
Cores: Branco.
Símbolo: Estrela guia.
  • Batismo de Jesus
Período: Último domingo do período de Natal.
Significado: Celebra-se o Batismo de Jesus por João Batista, quando o Espírito de Deus desceu como pomba sobre Jesus.
Cores: Branco.
Símbolo: Pomba.
  • Tempo Comum
1º período: Domingo do Batismo ao domingo da Transfiguração do Senhor.
2º período: Domingo da Trindade ao domingo de Jesus Cristo Rei do Universo.
Significado: Tempo de reflexão e amadurecimento da fé.
Cor: Verde.
Símbolo Árvore.
  • Transfiguração do Senhor
Período: Último domingo do 1° período de Tempo Comum.
Significado: Celebra-se a transfiguração de Jesus e a manifestação de Deus na nuvem afirmando que Jesus é Seu Filho Amado.
Cor: Branco.
Símbolo: Nuvem em resplendor.
  • Quaresma
Período: Inicia-se 40 dias antes da Páscoa.
Significado: Celebra-se os dias de Jesus na terra, sua vida e mensagem.
Cor: Roxa e Rosa.
Símbolos: Peixe e Pão, Sandálias.
  • Ramos
Período: Último domingo do período da Quaresma.
Significado Celebra-se a entrada de Jesus em Jerusalém, quando o povo estendeu mantos e acenava com ramos.
Cor: Vermelho.
Símbolo: Ramos.
  • Paixão de Cristo
Período: Sexta-feira que antecede a Páscoa.
Significado: Rememora-se o caminho do Calvário, toda dor, angustia, sofrimento e solidão de Jesus sobre a cruz.
Cor: Vermelho.
Símbolo: Crucifixo.
  • Páscoa
Período: Domingo de Páscoa ao domingo da Ascensão.
Significado: Celebra-se a ressurreição de Jesus e o Êxodo. No dom. de Páscoa utiliza-se a cor dourada nos demais branco.
Cor: branco(que pode ser tocada pelo Dourado).
Símbolos: Cruz vazia; Cordeiro.
  • Ascensão
Período: Último domingo do período da Páscoa.
Significado: Celebra-se a subida de Jesus Cristo ao céu após dar as últimas instruções aos discípulos.
Cor: Branco.
Símbolo Jesus sobre as nuvens.
  • Pentecostes
Período: Domingo seguinte ao domingo da Ascensão.
Significado: Celebra-se a descida do Espírito Santo relatada no livro de Atos capítulo dois.
Cor: Vermelho.
Símbolos: Chama; Pomba; Sarça ardente.
  • Trindade
Período: Domingo seguinte ao domingo de Pentecoste.
Significado: Celebra-se a Trindade em sua essência: Deus Pai, Filho e Espírito Santo.
Cor: Branco.
Símbolos: Círculo da Trindade; Trevo de três folhas.
  • Cristo, o Rei do Universo
Período: Último domingo do ano litúrgico.
Significado: Celebra-se o Senhorio de Jesus como Rei de nossas vidas e de toda a criação para todo a eternidade.
Cor: Branca (que pode ser tocada pelo Dourado).
Símbolo: Coroa.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.