Paleoceno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sistema/Período Série/Época Andar/Estágio Idade (Ma)
Neogeno Mioceno Aquitaniano mais recente
Paleogeno Oligoceno Chattiano 23.03–28.1
Rupeliano 28.1–33.9
Eoceno Priaboniano 33.9–38.0
Bartoniano 38.0–41.3
Lutetiano 41.3–47.8
Ypresiano 47.8–56.0
Paleoceno Thanetiano 56.0–59.2
Selandiano 59.2–61.6
Daniano 61.6–66.0
Cretáceo Superior Maastrichtiano mais antigo
Subdivisão do Paleogeno de acordo com a "Tabela Cronoestratigráfica Internacional" da Comissão Internacional sobre Estratigrafia, atualizada em agosto de 2012.

Paleoceno é a primeira época da era Cenozoica, que está compreendida entre cerca de 65 milhões de anos atrás e cerca de 55 milhões anos atrás. O Paleoceno sucede o período Cretáceo da era Mesozoica e precede o Eoceno de sua era. O Nome Paleoceno vem do grego e significa algo como "mais antigo que o novo amanhecer", em relação ater ocorrido imediatamente após a extinção massiva do evento K-T (ao final do período Cretáceo), e antes do período Eoceno (cujo nome significa "novo amanhecer").

Clima e geografia[editar | editar código-fonte]

De um modo geral, o mundo do Paleoceno continuou muito semelhante ao do período Cretáceo, a exceção de que todos os grandes animais haviam sido extintos na extinção K-T. Os continentes continuavam sua lenta marcha rumo as posições atuais; embora ainda estivessem em uma forma bem distinta da atual. A América do Sul e a Austrália permaneciam unidas a Antártida, a Índia ainda se deslocava em direção à Ásia, sendo separada desda pelo Oceano Tétis, o sul da Europa e norte da África eram um amontoado de ilhas na ligação entre os oceanos Tétis e Atlântico e a América do Norte e a Ásia permaneciam unidas por uma ponte de terra em Bering.

O clima era relativamente mais quente que o atual e parecia seguir a tendencia de esfriamento, iniciada no início da era mesozoica, porém no final do Paleoceno houve um súbito aumento na temperatura do planeta, evento conhecido como Máximo térmico do Paleoceno-Eoceno, que marcou o fim deste período e o início do Eoceno.

Flora e fauna[editar | editar código-fonte]

A flora dominante era, em geral, semelhante ao do Cretáceo, com a proliferação das plantas com flores (Angiospermas). A vegetação dominante eram os bosques tropicais de coníferas e árvores decíduas, ainda não existiam gramíneas.

Com relação a fauna, esta era predominantemente de sobreviventes da extinção K-T, sendo os principais animais da época os crocodilos, as aves e os pequenos mamíferos. As aves merecem um destaque especial, pois, sem a concorrência dos dinossauros, elas se desenvolveram e logo se tornaram os predadores terrestres dominantes, ainda que os mamíferos também tiveram um desenvolvimento significativo nesta época, com destaques para as ordens Condylarthra (sobreviventes do Cretáceo que parecem ser os ancestrais dos ungulados atuais), Creodonta (os primeiros predadores mamíferos) e Plesiadapiformes (que se acredita serem os ancestrais dos primatas).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Cretáceo
Paleoceno
65 - 55
milhões de anos atrás
Sucedido por
Eoceno
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paleoceno