Neogeno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Período Neogeno
23.03–23.03 milhões de anos atrás


Teor médio de o2 atmosférico durante o período ca. 21.5 Vol %[1]
(108 % do nível atual)
Teor médio do CO2 atmosférico durante o período ca. 280 ppm[2]
(1 vezes o nível pré-industrial)
Temperatura média da superfície durante o período ca. 14 °C[3]
(0 °C acima do nível atual)



Na escala de tempo geológico, o Neogeno ou Neogénico é o período da era Cenozoica do éon Fanerozoico que se inicia há cerca de 23 milhões e 30 mil anos e se estende até o o Pleistoceno (1.8 Ma). O período Neogeno sucede o período Paleogeno de sua era. Divide-se nas épocas Miocena e Pliocena, da mais antiga para a mais recente.

Neste período, ocorreu a expansão dos mamíferos de grande porte e o aparecimento dos hominídeos.

Mioceno (23-5 milhões de anos atrás) e Plioceno (5-2 milhões de anos atrás)[editar | editar código-fonte]

No Mioceno o clima volta a esquentar e pastos e savanas se tornam os ambientes mais comuns. No final dessa época (cerca de 9 milhões de anos atrás) as Américas se unem através do istmo do Panamá, causando um intercâmbio de fauna. No Plioceno a Terra já começa a se tornar semelhante à que temos hoje.

A fauna e a flora desse período se mostra com grande grau de parentesco com a atual, mais de 70% da fauna e flora dessas épocas sobreviveram até nossos dias[1]. Sobre a fauna, vale salientar a grandiosidade dos animais, esta época possuí espécies de mamíferos terrestres (ex.: Indricotherium), aves (ex.: Argentavis), lagartos (ex.:Megalania), crocodilianos (ex.:Purusaurus) e tubarões (ex.:megalodonte) com tamanhos nunca antes vistos e menores apenas que os maiores dinossauros. O período também viu as últimas aves do terror, que subsistiram na América do Sul, enquanto esta esteve isolada.

Período Quaternário[editar | editar código-fonte]

As épocas do Pleistoceno e Holoceno, são classificadas por alguns em um período distinto, chamado Quaternário. Essa divisão por alguns e não por outros se dá porque não há diferenciação entre os sedimentos marinhos do Neógeno e do Quaternário, mas há entre os sedimentos terrestres.

No pleistoceno a Terra já é bem semelhante ao atual, porém passa por períodos de glaciação, aonde as calotas polares se estendem até as regiões próximas dos trópicos (períodos conhecidos como "eras do gelo"), intercalados por períodos mais quentes. A última dessas "eras do gelo" terminou em torno de 12.000 anos atrás dando início ao Holoceno, que é a atual época em que vivemos atualmente, e extinguindo os animais que se adaptaram a viver com essas eras do gelo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Neogeno
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.