Looking for Alaska

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, tente encontrar a página original e melhore este artigo conforme o guia de tradução.


Looking for Alaska
À Procura de Alaska (PT)
Quem é Você, Alasca? (BR)
Capa da edição brasileira.
Autor (es) John Green
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Romance juvenil
Editora Dutton Juvenile
Lançamento 2005
Páginas 221
ISBN 0-525-47506-0
Edição portuguesa
Tradução Ana Beatriz Manso
Editora Edições ASA
Lançamento fevereiro de 2012
Páginas 256
ISBN 978-989-231-682-6
Edição brasileira
Tradução Rodrigo Neves
Editora WMF Martins Fontes
Lançamento 2010
Páginas 240
ISBN 9788578273422

Looking for Alaska (no Brasil, Quem é Você, Alasca?; em Portugal, À Procura de Alaska) é o primeiro romance escrito por John Green, publicada em março de 2005 por Dutton Juvenile. Ele ganhou o Prêmio Michael L. Printz de 2006 da American Library Association. [1] Durante a semana de 29 de julho de 2012, esta obra ficou em 10º na lista de best-sellers do New York Times, 385 semanas depois de ser lançado.

O livro está dividido em duas partes, Antes e Depois.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O livro começa com Miles Halter saindo de casa para ir à escola preparatória de Culver Creek, justificando a sua ida com as últimas palavras de François Rabelai "Eu vou procurar um Grande Talvez". Ao chegar lá, Miles conhece seu companheiro de quarto, Chip "O Coronel" Martin, que dá a Halter o irônico apelido de "Pudge", palavra que representa a gordura na barriga, visto que ele é alto e muito magro.

Ele é apresentado à Alasca Young, uma menina por qual Miles se apaixona, mas que não sente o mesmo. Eles envolvem-se em várias aventuras, mostrando ao Pudge um lado do "Grande Talvez" que ele não conhecia, um senso de perigo e emoção ao quebrar regras, como fumar e beber no campus.

Assim como Miles vivia em busca do "Grande Talvez", Alasca se questionava sobre "Como sairei desse labirinto?".

"Imaginar o futuro é uma espécie de nostalgia (...) Você passa a vida toda preso no labirinto, pensando em como você escapará um dia, e o quão maravilhoso será, e pensar no futuro mantêm você inteiro, mas você nunca fará nada disso. De uma hora pra outra tudo muda, se transforma, e você acabou de usar o futuro fugindo do presente." - Alasca Young 

Segundo Miles, se as pessoas fossem chuva, ele seria garoa e Alasca um furacão.

Personagens[editar | editar código-fonte]

  • Miles "Pudge" Halter - O protagonista do romance, que tem um interesse incomum em aprender as últimas palavras de pessoas famosas. Ele vai para o colégio Culver Creek, em busca de seu próprio "Grande Talvez". Alto e magro, seus amigos em Culver apelidam-no ironicamente de "Pudge". Ele sente-se atraído por Alasca Young, que na maior parte do romance não sente o mesmo. Ele é frequentemente comparado a Holden Caulfield, personagem do romance O Apanhador no Campo de Centeio de JD Salinger
  • Alasca Young - A menina selvagem, autodestrutiva, linda e enigmática que capta a atenção e o coração de Pudge.
  • Chip "O Coronel" Martin - Com 1,52 metros de altura mas "construído como Adonis", ele é o melhor amigo de Alasca e companheiro de quarto de Pudge. Obtém seu apelido por ser o mentor estratégico por trás dos esquemas que Alasca inventa. Vem de uma família pobre, e é obcecado por lealdade e honra.
  • Takumi Hikohito - Um amigo de Alasca de do Coronel que frequentemente se sente por fora dos planos do grupo.
  • Lara Buterskaya - Uma imigrante romena. Ela é amiga de Alasca e, por um curto período de tempo, namora Pudge.
  • Sr. Starnes "The Eagle" - O reitor dos alunos em Culver Creek. Ele é muito rigoroso quando se trata de coisas como fumar cigarros e beber álcool no campus. Ele sofre trotes de Miles, Chip, Alasca, Takumi e Lara várias vezes em todo o romance.
  • Dr. Hyde - Dr. Hyde é o professor de Religiões do Mundo em Culver Creek. Ele é descrito como antigo e tem dificuldade para respirar, mas não deixa esses problemas atrapalharem a sua paixão pela matéria e as aulas.

Adaptação para o cinema[editar | editar código-fonte]

Os direitos de filmagem do livro foram adquiridos pela Paramount Pictures em 2005. O roteiro iria ser potencialmente escrito e dirigido por Josh Schwartz (criador de The OC), [2] , mas devido a uma falta de interesse dos estúdios Paramount a produção tem sido adiadas indefinidamente. [3]

Notas de Rodapé[editar | editar código-fonte]

  1. American Library Association (2010). Michael L. Printz Winners and Honor Books. Página visitada em 2011-02-03.
  2. Entrevista com Josh Schwartz, o verão de 2007, http://buzzsugar.com/636867
  3. http://johngreenbooks.com/movie-questions/

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Bob Carlton. "One-time Indian Springs student finds his way in first novel", 2005-03-13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Precedido por
How I Live Now
Michael L. Printz Award Winner
2006
Sucedido por
American Born Chinese