Mágico González

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mágico González
Mágico González
Mágico González cumprimenta Maradona antes de partida de showbol
entre El Salvador e Argentina, em 2006.
Informações pessoais
Nome completo Jorge Alberto González Barillas
Data de nasc. 13 de Março de 1958 (56 anos)
Local de nasc. San Salvador, El Salvador
Altura 1,74 m
Apelido Mágico, El Mago, Faluxo, Faruma
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1975–1976
1976–1977
1977–1982
1982-1984
1985
1986-1991
1991-1999
2002
El Salvador ANTEL
El Salvador Independiente Nacional
El Salvador C.D. FAS
Espanha Cádiz
Espanha Valladolid
Espanha Cádiz
El Salvador C.D. FAS
El Salvador San Salvador
- (-)
- (-)
- (-)
75 (30)
9 (2)
119 (28)
- (-)
- (-)
Seleção nacional
1976-1998 Flag of El Salvador.svg El Salvador 62 (37)

Jorge Alberto González Barillas (San Salvador, 13 de março de 1958) mais conhecido como Mágico González, é um ex-futebolista salvadorenho que atuava como atacante. Destacou-se principalmente no futebol espanhol, tendo atuado por Cádiz e Valladolid.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1976, no ANTEL, quando tinha apenas 17 anos. Ainda teve passagens por Independiente Nacional e C.D. FAS antes de ser contratado pelo Cádiz em 1982 - Atlético de Madri, Comunicaciones, Aurora, Los Angeles Aztecas e Paris Saint-Germain também brigaram pela contratação do atacante.

Em dois anos no Submarino Amarillo, foram trinta gols em 75 jogos, e com o rebaixamento do Cádiz na temporada 1983-84, deixou o time pela primeira vez. PSG e Fiorentina brigaram pela contratação, mas González seguiu na Espanha, agora para jogar no Valladolid. Porém, desavenças com o técnico Benito Joanet forçaram sua saída do clube após nove partidas e dois gols marcados. Mágico regressou ao Cádiz em 1986, e nessa segunda passagem o atacante viveu seu melhor momento na carreira: em cinco temporadas, foram 28 gols marcados em 119 partidas disputadas - somando as duas passagens, foram 194 jogos e 58 gols.

Depois que deixou o Cádiz, González recebeu proposta da Atalanta, mas ele preferiu voltar ao seu país para defender novamente o C.D. FAS, onde havia atuado antes de sua mudança para a Espanha, encerrando sua carreira pela primeira vez em 1999. Porém, em 2002, voltou à ativa para jogar no San Salvador, onde penduraria de vez as chuteiras, aos 44 anos.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Mágico González é o segundo maior artilheiro da história da Seleção Salvadorenha de Futebol com 37 gols marcados em 62 partidas disputadas entre 1976 e 1998[1] . Disputou a Copa do Mundo de 1982, mas pouco fez para evitar a eliminação na primeira fase, com direito a uma incrível goleada de 10 a 1 a favor da Hungria.

Embora El Salvador tivesse se classificado para mais três edições da Copa Ouro da CONCACAF (1985, 1989 e 1996), González não foi lembrado para disputá-las, sendo convocado para a Copa Ouro da CONCACAF de 1998, aos 40 anos.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um futebolista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.