Manutenção de software

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Em engenharia de software, manutenção de software é o processo de melhoria e otimização de um software já desenvolvido (versão de produção), como também reparo de defeitos. A manutenção do software é uma das fases do processo de desenvolvimento de software, e ocorre a seguir a entrada do software em produção.

Esta fase envolve:

  • mudanças no software para corrigir defeitos e deficiências que foram encontrados durante a utilização pelo usuário
  • novas funcionalidades para melhorar a aplicabilidade e usabilidade do software.

A manutenção do software envolve inúmeras técnicas específicas. Uma das técnicas é separação estática, a qual é usada para identificar todos os códigos de programa que são afetados por alguma variável. Isto é geralmente útil em programas de refatoração de código que foram especialmente útil em assegurar preparação para bug do milênio.

A fase de manutenção de software é uma parte explicita do modelo em cascata do processo de desenvolvimento de software a qual foi criada durante a fase de programação estruturada da ciência da computação. O outro modelo principal, o modelo em espiral, foi desenvolvido durante a fase de orientação ao objeto da engenharia de software, não faz nenhuma menção explicita a fase de manutenção. Independentemente disto, esta atividade é importante, considerando o fato que dois terços do custo do tempo de vista do sistema de software envolve manutenções.

No ambiente de desenvolvimento de software formal, a equipe ou organização de desenvolvimento deverá ter algum mecanismo para documentar e rastrear os defeitos e deficiências. O software é disponibilizado com problemas porque a organização decide a utilidade e valor do software a um nível de qualidade particular pesando o impacto de deficiências ou defeitos desconhecidos.

Os problemas conhecidos são normalmente registrados em um documento de considerações operacionais ou notas de implantação de forma que os usuários do software são capazes de contornar os problemas conhecidos e que irão ser descobertos quando o uso do software incapacitar tarefas particulares.

Com a implantação do software, outros defeitos e deficiências não documentadas serão descobertos pelos usuários de software, Tão logo tais problemas sejam reportados para a organização de desenvolvimento, eles passaram a fazer parte do rastreamento de defeitos do sistema.

As pessoas envolvidas na fase de manutenção de software irão trabalhar no problemas conhecidos, localizá-los, e preparar novas versões do software, conhecidas como versões de manutenção, a qual ira atualizar a documentação de problemas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]