Marie-Madeleine de Vignerot d'Aiguillon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Duquesa d’Aiguillon
Nome completo Marie Madeleine de Vignerot du Pont de Courlay
Nascimento 1604
Morte 17 de abril de 1675 (71 anos)
Nacionalidade Royal Standard of the King of France.svg francesa
Ocupação salonnière

Marie-Madeleine de Vignerot, senhora de Combalet, duquesa d’Aiguillon (1604 - 17 de abril de 1675) foi uma salonnière francesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

A duquesa d’Aiguillon era filha da irmã do Cardeal de Richelieu, Françoise du Plessis e de seu marido René Vignerot. Em 1620 casou com um sobrinho do condestável de Luynes, Antoine de Beauvoir du Roure, senhor de Combalet, que morreu em 1622. Em 1625, por influência de seu tio, tornou-se dama de companhia (dame d'atour) da rainha-mãe, Maria de Médici, e em 1638 recebeu o título de duquesa de Aiguillon.

Não se casou pela segunda vez, embora Richelieu tenha tentado casá-la com um príncipe, o conde de Soissons, ou o irmão do rei. Após a morte do cardeal (1642), ela manteve sua honra e títulos, mas retirou-se da corte e dedicou-se inteiramente às obras de caridade. Fez amizade com São Vicente de Paulo e o ajudou a construir o hospital para os enjeitados. Tomou também parte na organização do Hospital Geral e de vários outros nas províncias. Morreu em 17 de abril de 1675.

Foi a protetora de Corneille, que em 1636 dedicou-lhe sua tragédia Le Cid .

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]