Masaharu Taniguchi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Masaharu Taniguchi (jap. 谷口 雅春 Taniguchi Masaharu - Kobe, 22 de Novembro de 1893 - Nagasaki, 17 de Junho de 1985).Foi um líder religioso japonês, fundador da Seicho-No-Ie. 1

Por causa de seu profundo amor e compaixão pela humanidade, ele sofria com as várias contradições deste mundo, onde os fracos se tornam vítimas dos fortes. A fim de descobrir a exata origem de tais distorções e realidades, estudou diversas filosofias e religiões, tanto antigas como novas.2

Após infatigável esforço, com dias e noites em ardorosas orações, finalmente recebeu a Revelação Divina, enquanto estava mergulhado em profunda meditação. Esta lhe foi dada semelhante a uma voz de comando, que parecia dizer: "A matéria é nada. O corpo físico é nada. Todos os ferômenos, no mundo da matéria, são nada. O que existe verdadeira e eternamente é Deus e Sua manifestação. O homem é, na realidade, um filho de Deus. Ele não é matéria, mas existência espiritual. O homem já é um ser perfeito. Tudo em nosso ambiente é simplesmentes o reflexo de nossa própria mente".

Só pela leitura da obra A Verdade da Vida, escrita por Masaharu Taniguchi, as pessoas mudaram sua visão de vida e passaram a ter uma vida repleta de alegrias.

O Mestre (como carinhosamente é chamado pelos adeptos da Seicho-No-Ie), então, passou a transmitir essa Verdade maravilhosa ao maior número de pessoas, que conheceram a Imagem Verdadeira do homem, que não adoece, não envelhece e não morre, e, também passaram a transmiti-la a outras pessoas.

Este trabalho de amor cresceu e se tornou o Movimento Internacional de Paz pela Fé, que hoje se expande cada vez mais.

Masaharu Taniguchi faleceu em Nagasaki, em 17 de junho de 1985.3

Principais Obras[editar | editar código-fonte]

A obra fundamental de Taniguchi é a coletânea A Verdade da Vida (Seimei no Jisso em japonês, numa tradução livre, Reverenciar a Imagem Verdadeira). Vendeu 3 milhões de cópias nos primeiros 3 anos, e até hoje vendeu 19 milhões de exemplares.

Outra obra importante é "O Livro dos Jovens", que vendeu pouco mais de 300 mil livros só no Brasil. No Japão, o livro foi publicado em 1949; a tradução brasileira só saiu em 1979.

Há ainda o poema "Chuva de Néctar da Verdade", apresentado como uma sutra sagrada.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Clark, Peter B., ed (2000). Japanese New Religions: In Global Perspective. Surrey, UK: Curzon. pp. 35,48. ISBN 0-7007-1185-6. (em inglês)
  2. Revista "Seicho-No-Ie - Pomba Branca", ed. 330 - Janeiro de 2013
  3. Revista "Seicho-No-Ie - Pomba Branca", ed. 330 - Janeiro de 2013


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.