Nagasaki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nagasaki
長崎市 (-shi)
Nagasaki City view from Hamahira01s3.jpg
Bandeira de Nagasaki
Bandeira
Localização de Nagasaki
País  Japão
Província Nagasaki
Área
 - Total 338 72 km²
População (Janeiro de 2010)
 - Total 447 419
    • Densidade 1 320,91/km2 
Sítio Sítio da cidade
Mapa onde mostra Macau e Nagasaki e a sua posição nas rotas comerciais portuguesas e espanholas, no seu período mais próspero (finais do século XVI e princípios do século XVII).

Nagasaki, Nagasáqui[1] ou Nangasaque[2] (長崎市, Nagasaki-shi?) (Loudspeaker.svg? pronúncia) é ao mesmo tempo capital e cidade mais populosa da província homônima, na ilha de Kyushu, no Japão. Nagasaki foi fundada por navegadores portugueses na segunda metade do século XVI, no local onde havia uma pequena vila de pescadores,que era parte Distrito de Nishisonogi. A cidade tornou-se um centro de influência português e de outros povos europeus ao logo dos séculos XVI a XIX, tanto que, em 30 de janeiro de 2007, as igrejas e outros sítios cristãos da cidade foram inscritos na lista de candidatos a Patrimônio Mundial da UNESCO.[3] [4] Nagasaki foi sede de uma grande base da Marinha Imperial Japonesa durante a Primeira Guerra Sino-Japonesa e durante a guerra Russo-Japonesa. Próximo ao final da Segunda Grande Guerra, os bombardeios nucleares ao Japão tornaram-na a segunda e, até os dias de hoje, última cidade do mundo a ser atacada com uma bomba atômica , que era chamada (essa que atingiu a cidade) de Fat Man.

Em 2004, a cidade tinha uma população estimada em 447 419 habitantes e uma densidade populacional de 1 320,9 hab./km². Com uma área total de 338,72 km², Nagasaki é um importante porto do sudoeste do Japão, constituindo um grande centro industrial japonês.

Além da Bomba de Nagasaki, a cidade também é conhecida por abrigar a ilha Dejima, que foi o único entreposto comercial japonês a se manter aberto ao mundo exterior durante todo o Período Edo da história do Japão.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1570 os navegadores portugueses — que aportaram pela primeira vez no Japão em 1543 — fundaram a cidade de Nagasaki, na baía do mesmo nome, onde passaram a habitar. Criaram um centro comercial que durante muitos anos foi a porta do Japão para o mundo, um porto comercial para os ingleses, holandeses, coreanos e chineses. Mas em 1637 devido a uma grande reação interna, os portugueses foram expulsos, e também outros povos ao longo do século XVII.

Dotada pela natureza de um belo porto natural, esta cidade foi o cenário da ópera "Madame Butterfly" de Giacomo Puccini. Apesar disso, a cidade de Nagasaki só ficou mundialmente conhecida em 1945, por ter sido quase totalmente destruída no dia 9 de Agosto, após sofrer um ataque com a segunda bomba atômica, lançada pelos Estados Unidos.

A explosão da Fat Man em 9 de agosto de 1945 as 11:02.

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

Nagasaki tem 7 cidades-irmãs, que são:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Lusa, Agência de Notícias de Portugal. Prontuário Lusa. Visitado em 10 de outubro de 2012.
  2. Fernandes, Ivo Xavier. Topónimos e Gentílicos. Porto: Editora Educação Nacional, Lda., 1941. vol. I.
  3. Churches and Christian Sites in Nagasaki (em inglês) UNESCO. Visitado em 17 de maio de 2011.
  4. Outline of Churches and Christian Sites (em inglês) NAGASAKI PREFECTURAL WORLD HERITAGE REGISTRATION PROMOTION DIVISION (2008). Visitado em 17 de maio de 2011.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nagasaki
Província de Nagasaki
Cidades
Goto | Hirado | Iki | Isahaya | Matsuura | Minamishimabara | Nagasaki | Omura | Saikai | Sasebo | Shimabara | Tsushima | Unzen
Distritos
Higashisonogi | Kitamatsura | Minamimatsura | Minamitakaki | Nishisonogi
Flag of Japan.svg   Este artigo é um esboço sobre Geografia da província de Nagasaki. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.