Malaca Portuguesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fortaleza de Malaca
Kota Melaka

Colónia Portuguesa

Blank.png
1511 – 1641 Flag of the Dutch East India Company.svg
Flag Brasão
Bandeira Brasão
Localização de Malaca
Malaca Portuguesa
Continente Ásia
Capital Cidade de Malaca
Língua oficial Português, Malaio
Governo Colónia
Rei
 • 1511-1521 Manuel I
 • 1640-1641 João IV
Período histórico Imperialismo
 • 1511 Fundação
 • 1641 Dissolução
Moeda Real
O Portão de Santiago, reduto sobrevivente da fortaleza de Malaca e da presença portuguesa. Fortaleza mais conhecida como A Formosa.

A Malaca Portuguesa era o território da atual Malaca dos nossos dias, que durante 130 anos (1511-1641) foi uma colónia Portuguesa.

Depois da queda de Malaca no dia 15 de Agosto de 1511, Afonso de Albuquerque procurou erigir fortificações permanentes antecipando os contra-ataques do Sultão Mahmud. Uma fortaleza foi construída no sítio do palácio do Sultão, destruído durante a luta pela cidade. .


Lista de Capitães-mores[editar | editar código-fonte]

Designação oficial Detentor do cargo Mandato
Capitão-mor Rui de Brito Patalim 1512 - 1514
Capitão-mor Jorge de Albuquerque (1.ª vez) 1514 - 1516
Capitão-mor Jorge de Brito 1516 - 1517
Capitão-mor Nuno Vaz Pereira 1517 - 1518
Capitão-mor Afonso Lopes da Costa) 1518 - 1519
Capitão-mor Garcia de Sá (1.ª vez) 1519 - 1521
Capitão-mor Jorge de Albuquerque (2.ª vez) 1521 - 1525
Capitão-mor Pero de Mascarenhas 1525 - 1526
Capitão-mor Jorge Cabral 1526 - 1528
Capitão-mor Pero de Faria 1528 - 1529

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre antigos territórios e colónias do Império Português é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.