Cochim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cochim (Kochi)
Imagens de Cochim
Imagens de Cochim
Cochim (Kochi) está localizado em: Índia
Cochim (Kochi)
Localização de Cochim (Kochi) na Índia
9° 58' 37" N 76° 16' 12" E
País  Índia
Estado Kerala
População (2011)
 - Total 601 574
Sítio http://www.corporationofcochin.net
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Cochim

Cochim[1] (em malabar: കൊച്ചി, Kochi) é a maior cidade do estado de Kerala, na Índia, cerca de 220 km a norte da capital do estado, Thiruvananthapuram. Fez parte do Estado Português da Índia entre 1503 e 1663. Hoje pertence ao distrito de Ernakulam. É ainda a maior cidade da Índia que não tem mais de metade dos habitantes professando o hinduísmo[2] .

É um dos principais portos na costa ocidental do país. Tem cerca de 600 000 habitantes, e a sua área metropolitana, mais de 1 500 000 habitantes, tornando-a a maior área urbana de Kerala, apesar de Thiruvananthapuram ter, nos limites da cidade, mais habitantes que Cochim.

Entre os muitos pontos históricos da cidade, relacionados ao início do período da exploração global, destacam-se a Igreja de São Francisco, onde foi sepultado Vasco da Gama (posteriormente transladado para Portugal), a Fortaleza de Cochim, e a Sinagoga de Paradesi, construída em 1568.

Assim como em outros centros urbanos da Índia, o idioma inglês é falado, em diferentes graus de fluência, por boa parte da população.

História[editar | editar código-fonte]

Os antigos geógrafos, viajantes e comerciantes referiam-se a Cochim nos seus escritos como Cocym, Cochym, Cochin e Cochi.

Em 1102, Cochim converteu-se em sede do Reino de Cochim, um principado com ligações ao Império Kulasekhara. Considerada como a "Rainha do mar Arábico", constituía-se em um importante centro de comércio de especiarias na costa daquele mar desde o século XIV.

Ocupada por forças portuguesas em 1503, tornou-se um assentamento colonial europeu na Índia. Permaneceu como capital da Índia Portuguesa até 1530, quando os portugueses elegeram Goa como capital.

Foi ocupada posteriormente pelos Neerlandeses, os Mysores e os Britânicos.

Em 1947, quando a Índia obteve a sua independência do poder colonial britânico, Cochim foi o primeiro principado a unir-se à União Indiana voluntariamente.[3]

Cochim cresceu como centro da indústria de transportes, comércio internacional, turismo e tecnologias da informação e comunicação. É o mais importante local comercial de Kerala[4] e uma das metrópoles secundárias de maior crescimento na Índia. Como outras grandes cidades em países em vias de desenvolvimento, Cochim continua a lutar com problemas de urbanização como congestionamentos de trânsito e impacto ambiental da atividade humana.

A cidade mantém, hoje, uma herança colonial de culturas e mistura tradição e modernidade.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. SCHULBERG, L. Índia histórica. Tradução de J. A. Pinheiro de Lemos. Rio de Janeiro. Livraria José Olympio Editora. 1979. p. 160.
  2. Census of India, 2001 - List of cities by population; Census of India, 2001 - Kochi : Religious demographics ( Hindus 47%, Christians 35%, Muslims 17% )
  3. Corporation of Kochi. History and culture of Kochi. Página visitada em 23-05-2006.
  4. The Economy - Trade & Industry in Kochi Corporation of Kochi. Página visitada em 2006-05-23.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Índia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.