Masjid al-Haram

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Centenas de peregrinos visitam a Caaba.

Masjid al-Haram (em árabe: المسجد الحرام, transl. Al-Masjid al-Ḥarām, AFI[ʔælˈmæsdʒɪd ælħɑˈrɑːm], lit. "A Mesquita Sagrada"), também conhecida como Grande Mesquita ou Mesquita Al-Haram, é uma mesquita considerada o maior centro de peregrinação do mundo, localizada na cidade de Meca, na Arábia Saudita, é o lugar mais sagrado do Islamismo. Cerca de 1 bilhão de muçulmanos se voltam para ela cinco vezes ao dia para rezar, obedecendo aos preceitos do Alcorão.

Possui atualmente cerca de 86,8 mil metros quadrados, a mesquita é, em sua grande parte, um gigantesco pátio a céu aberto. Ela tem a capacidade de abrigar cerca de 2 milhões de pessoas de uma única vez.

No centro do pátio fica a Caaba, onde está guardado o Hajar el Aswad (também chamada de "Pedra Negra"), a relíquia mais sagrada do Islã, talvez um fragmento de meteorito que, segundo a tradição, seria um presente de Alá aos homens. Os peregrinos devem completar sete voltas em torno da Caaba, antes de finalmente beijá-la. Isso transforma o pátio num extraordinário enxame de homens caminhando em círculos, enquanto entoam canções em adoração a Alá.

Todos os anos, no mês sagrado do Hajj (peregrinação), muçulmanos de 162 países se dirigem a Meca para cumprir outro mandamento do Alcorão: visitar a Grande Mesquita pelo menos uma vez na vida se tiver condições financeiras e de saúde para empreender a viagem.

A primeira Mesquita de Meca foi construída sob as ordens de Maomé, que os muçulmanos consideram o último profeta e o fundador do islamismo, a mesquita tinha apenas 2 mil metros quadrados e podia receber apenas alguns milhares de peregrinos. A partir de então, sucessivos alargamentos fizeram com que a mesquita crescesse ao ponto de se tornar o maior recinto religioso do planeta.

Uma curiosidade interessante é que segundo a tradição islâmica, no local onde está a Caaba havia, antes, um pequeno templo construído pelas mãos do próprio Adão, após sua queda do paraíso, para ser a morada de Alá na Terra.

Panorama da mesquita durante o Hajj de 2007.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre o Islamismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.