Pedra Negra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Pedra Negra (em árabe: الحجر الأسود; transl.: al-Hajar al-Aswad) é uma pedra escura de cerca de 50 cm de diâmetro. É uma das relíquias mais sagradas do Islão e, segundo a tradição muçulmana, remonta ao tempo de Adão e Eva.[1] Segundo a tradição, a pedra foi recebida por Abraão das mãos do anjo Gabriel.

Já era cultuada pelos árabes antes mesmo da criação do Islão, onde, segundo a relatos, era branca e se tornou negra devido aos pecados humanos. A Pedra Negra encontra-se em uma construção chamada Caaba, na mesquita sagrada de Masjid al-Haram em Meca, para onde se voltam os muçulmanos em suas preces diárias.

Sua aparência física é a de uma rocha fragmentada escura, polida pelas mãos de milhões de peregrinos. A tradição islâmica diz que caiu do céu para mostrar a Adão e Eva onde construir um altar. Embora tenha sido muitas vezes descrito como um meteorito, esta hipótese é agora incerta.[2]

A pedra negra consiste de um número de fragmentos mantidos juntos por uma moldura de prata, fixada à pedra por pregos de prata.[3] Alguns dos fragmentos mais pequenos foram cimentados entre si. A face exposta da pedra mede 20 cm por 16 cm. Seu tamanho original não é claro; suas dimensões registradas mudaram consideravelmente ao longo do tempo, como a pedra foi remodelada em várias ocasiões.[2]

Referências

  1. Sheikh Safi-ur-Rehman al-Mubarkpuri. Ar-Raheeq Al-Makhtum (The Sealed Nectar): Biography of the Prophet (em <código de língua não-reconhecido>). [S.l.]: Dar-us-Salam Publications, 2002. ISBN 1-59144-071-8.
  2. a b Burke, John G.. Cosmic Debris: Meteorites in History (em <código de língua não-reconhecido>). [S.l.]: University of California Press, 1991. p. 221–223. ISBN 978-0-520-07396-8.
  3. Alex Bevan, John De Laeter, Meteorites: A Journey Through Space and Time, pp. 14-15. UNSW Press, 2002. ISBN 0-86840-490-X

Ver também[editar | editar código-fonte]