Meena Keshwar Kamal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Meena (1956 - 1987), fundadora da RAWA

Meena Keshwar Kamal (Persa: مینا کشور کمال), mais conhecida como Meena, (27 de fevereiro de 1956 – February 4, 1987) foi uma feminista afegã e ativista que trabalhou pelos direitos das mulheres. Fundou a Associação Revolucionária das Mulheres do Afeganistão (RAWA) em 1977, um grupo organizado para promover igualdade e educação para as mulheres.

Em 1979 ela fez campanha contra o que considerou um governo fantoche dos russos que passou a controlar o Afeganistão e organizou encontros em escolas para mobilizar apoio para isso; em 1981, lançou uma revista bilíngue, Payam-e-Zan (Mensagem das Mulheres). Fundou também escolas para ajudar crianças refugiadas e suas mães, oferecendo hospital e aprendizado em atividades manuais.

Ao final de 1982 foi convidada pelo Governo francês; Meena representou a resistência afegã no Partido Socialista do Congresso Francês. A delegação soviética do Congresso, liderada por Boris Ponamaryev, abandonou o local quando os presentes aplaudiram Meena e ela acenou com uma vitória.

Meena foi assassinada em Quetta, Paquistão, em 4 Fevereiro de 1987. Informações variam sobre a morte dela e quem a assassinou, mas acredita-se que tenham sido agentes do KHAD, a polícia secreta afegã, ou do líder fundamentalista do Mujahideen, Gulbuddin Hekmatyar.

Kamal foi casada com o líder Faiz Ahmad, do Afghanistan Liberation Organization, que também foi morto por agentes do Hekmatyar em 12 de Novembro de 1986.