Michael Wolgemut

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Página com imagem de Constantinopla, das Crônicas de Nuremberg.

Michael Wolgemut (ou Wohlgemuth) (1434 - 1519) foi um pintor e impressor alemão nascido em Nuremberg.

Sua importãncia reside no fato de ter sido, além de grande artista, dono de um ateliê onde trabalhavam vários aprendizes, entre eles Albrecht Dürer. Foi um líder no revival das grandes xilogravuras alemãs, que naquele tempo começaram a utilizar as novas técnicas da gravura para representar volume e sombra. A maior parte do trabalho no ateliê era feito para iluminuras, pois Nuremberg era um grande centro de publicação desse tipo de arte na época. Muitas dessas obras foram publicadas pelo maior editor da Alemanha então, Anton Koburger, que também era padrinho de Dürer. Uma dessas publicações foi o Historia mundi, de Schedel, conhecido como Crônicas de Nuremberg.

Suas pinturas mostram a influência flamenga e demonstra que o artista pode ter viajado para a região. Ele morreu em Nuremberg em 1519.

Veja também[editar | editar código-fonte]