Movimento dos Trabalhadores Sem Teto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Movimento dos Trabalhadores Sem Teto
(MTST)
Fundação 1997
Militantes ligados ao MTST realizam protesto em frente ao prédio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, em São Paulo, em 2014 (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) é um movimento de caráter declaradamente social, político e popular organizado em 1997 pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para atuar nas grandes cidades com o objetivo de lutar pela reforma urbana, por um modelo de cidade mais justa e pelo direito à moradia. É uma organização autônoma, com princípios, programa e forma de funcionamento próprios. Além do trabalho organizado de luta por moradia o MTST mobiliza pessoas em bairros pobres, organizando lutas e propondo soluções para problemas que afligem os bairros periféricos pobres.[1]

O MTST defende uma transformação profunda da forma da sociedade, como única maneira de atender aos interesses dos trabalhadores. Aposta na luta direta, em especial através das ocupações de terrenos urbanos ociosos, orientada no sentido da construção de poder popular. As ocupações de áreas urbanas já reúnem cerca de 40 mil famílias participantes do MTST, nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Distrito Federal, Amazonas, Roraima, Pará e Pernambuco. [2]

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Movimento dos Trabalhadores Sem Teto


Ícone de esboço Este artigo sobre movimentos sociais é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.