My Fellow Americans

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
My Fellow Americans
Politicamente... Incorrecto! (PT)
Meus Queridos Presidentes (BR)
 Estados Unidos
1996 • cor • 101 min 
Direção Peter Segal
Produção Jon Peters
Roteiro História:
E. Jack Kaplan
Richard Chapman
Roteiro:
E. Jack Kaplan
Richard Chapman
Peter Tolan
Elenco Jack Lemmon
James Garner
Dan Aykroyd
John Heard
Wilford Brimley
Sela Ward
e Lauren Bacall
Gênero comédia
Idioma inglês
Música William Ross
Cinematografia Julio Macat
Edição William Kerr
Estúdio Peters Entertainment
Storyline Entertainment
Distribuição Warner Bros.
Lançamento Estados Unidos 20 de dezembro de 1996
Portugal 24 de outubro de 1997 (vídeo premiere)
Orçamento US$ 21.5 milhões
Receita US$ 22,313,201[1]
Página no IMDb (em inglês)

My Fellow Americans (Meus Queridos Presidentes, no Brasil / Politicamente... Incorrecto!, em Portugal) é um filme estadunidense de comédia, lançado em 1996, estrelando Jack Lemmon e James Garner.

Colaborador permanente de Lemmon, Walter Matthau, foi escalado para co-estrela. Os problemas de saúde de Matthau evitaram a participação, então Garner foi escolhido para estrelar ao lado de Lemmon para seu primeiro projeto juntos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

No filme, dois ex-presidentes se unem contra o atual chefe de estado. Ele quer responsabilizar os dois por suspeita de participar de um vasto escândalo político. O mulherengo ex-presidente dos Estados Unidos Matt Douglas (Jack lemmon) que vive se gabando de suas várias aventuras com suas amantes é, há mais de 30 anos inimigo do também ex-presidente norte-americano Russius Kramer (James Garner) um homem pão-duro que faz de tudo pra não ser esquecido. Ambos investigam o escândalo Olimphia, que envolve o atual presidente dos Estados Unidos Matt tem dúvidas de que Kramer tenha envolvimento no caso. Para desvendar este mistério, ambos recorrem á Charles Reynolds conhecido amigo dos presidentes. Após o assassinato repentino de Reynolds, os ex-presidentes lutam para não serem as próximas vítimas. Para recuperarem a reputação, ambos partem para uma aventura eletrizante a fim de desvendarem o caso.

Elenco[editar | editar código-fonte]

As filmagens[editar | editar código-fonte]

A maioria das principais filmagens para o filme foi feito nas montanhas do oeste da Carolina do Norte, incluindo cenas: ao longo do rio Rocky Broad, onde ele deságua Lake Lure em Rutherford County, Dillsboro, ao longo do Great Smoky Mountains Railroad; Waynesville, onde um palhaço gigante assinar falhas através de seu pára-brisa enquanto eles tentam fugir e onde encontrar o bebê no carro roubado é em Marshall, Carolina do Norte , e em Asheville, no Biltmore Estate.[2]

Em Marshall, Carolina do Norte, o centro da cidade está em uma cidade sem nome em Virgínia Ocidental. Lá, a banda da Western Carolina Universit retrata a "marcha das Dorothys" (um grupo fictício baseado em ícone gay Judy Garland personagem do Mágico de Oz), na parada do orgulho gay.

Recepção[editar | editar código-fonte]

My Fellow Americans recebeu críticas mistas dos críticos, onde detém uma classificação de 48% no Rotten Tomatoes com base em 40 comentários.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.