O Retorno do Herói

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Retorno do Herói é uma minissérie e um crossover fictício lançado pela DC Comics durante o Outono de 1999. Foi escrita por Geoff Johns com arte de Matthew Dow Smith.

O fio condutor da série é a necessidade de o Espectro reunir-se a um novo hospedeiro visto que Jim Corrigan, por muitos anos o guia do poderoso espírito, elevou-se aos Céus e assim a tarefa foi confiada ao então falecido Hal Jordan.

História[editar | editar código-fonte]

Empenhado em trazer caos à Terra e ao mesmo tempo neutralizar seu rival Neron, o demônio Etrigan (sem a participação de Jason Blood) trata de reunir o anjo renegado Asmodel a um Espectro sem hospedeiro. Efetuada a união, o novo espírito da vingança congela o Inferno e libera uma horda de demônios sobre a Terra. Por causa disso as capacidades místicas de anti-heróis como Magia1 são ativadas e mesmo os heróis terrestres são incapazes de deter a ameaça. Surgem então os Sentinelas da Magia, grupo formado por Doutor Oculto, Zatanna, Vingador Fantasma, Madame Xanadu, Desafiador, Ravena, Retalho, Sentinela e Fausto, que uma vez reunidos investem contra Espectro/Asmodel.

Logo os heróis estabelecem um curso de ação e se dividem em grupos: um fica responsável por defender a Terra, outro foi encarregado de reacender o fogo infernal e por fim uma equipe deve ir ao Paraíso e trazer Jim Corrigan para reintegrá-lo ao Espectro. O time enviado ao Inferno cai no Rio Estige após confrontar Cérbero e é salvo apenas devido a intervenção de Fausto, que por ser desprovido de alma não é assolado pelas visões que atormentam seus companheiros. No Céu os heróis não conseguem recrutar Corrigan para a sua causa, mas são encaminhados pelo Arcanjo Miguel ao Purgatório onde são informados que apenas uma alma sedenta por redenção pode ajudá-los.2 Logo Hal Jordan é apontado como a melhor opção, em especial por culpa de suas ações quando era Parallax. Graças ao apoio de outros heróis mortos, Hal Jordan é trazido à Terra pelos Sentinelas da Magia.

Enquanto o Capitão Marvel e seu grupo capturam a Lança do Destino para ajudar na batalha, Fausto abdica de sua recém-liberta alma3 ao assassinar Magia para, com esse ato de maldade, reacendar as chamas do inferno. Alvejado por uma investida do Capitão Marvel, cuja força de vontade é a única que pode brandir a lança, o Espectro permite o acesso da alma de Hal Jordan ao seu interior e lá uma disputa envolvendo Asmodel e Neron (que se escondera no corpo de Superman) acaba por conceder ao herói o controle do Espectro como sendo o único castigo possível para quem sucumbiu ao mal de Parallax. Asmodel foi encarcerado e Neron reduzido a um simples demônio rimador.

O embate resultou na criação dos Sentinelas da Magia e Hal Jordan atuou com hospedeiro do Espectro por algum tempo.

Aspectos dessa história foram mostrados em Lanterna Verde: Renascimento (onde Hal Jordan foi separado do Espectro) e em Dia de Vingança (que tratou da investida insana do Espectro contra o mundo).

Referências

  1. Então denominada de Encantadora.
  2. Na versão brasileira eles foram auxiliados por Pedro, o porteiro do Paraíso.
  3. A alma de Fausto foi entregue por seu pai ao demônio Nebirus para que assim lhe fosse dado o conhecimento sobre a magia.

Fontes de pesquisa[editar | editar código-fonte]

Superman: Série Premium. Ed. 11-14. São Paulo: Abril, 2001.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]