Onicocriptose

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Onicocriptose
Hálux do pé inflamado por causa de uma onicocriptose.
Classificação e recursos externos
CID-10 L60.0
CID-9 703.0
Star of life caution.svg Aviso médico

A onicocriptose, ou o termo popular unha encravada, é uma dor ou inflamação que ocorre no dedo quando a borda lateral da unha fere a pele adjacente, enterrando-a ao seu redor. Isto acontece porque a pele forma uma barreira ao crescimento da unha e, como esta é mais dura e não pára de crescer, ela adentra a pele causando os sintomas mais comuns como dor e inflamação. As causas mais prováveis são o corte de maneira incorreta da ponta das unhas e sapatos apertados. Ocorre mais comumente nas unhas dos pés mas também raramente afeta as mãos.[1]

A onicocriptose também pode ocorrer por tropeções, queda de objetos sobre a unha provocando maior afluxo sanguíneo para o local, o que propicia um adelgaçamento da pele do sulco ungueal e consequente ruptura da mesma facilitando a penetração de bactérias.[2]

Prevenção[editar | editar código-fonte]

A maneira correta de cortar as unhas é aparar apenas a borda anterior da placa ungueal (unha) e jamais cortar suas bordas laterais. Se as bordas laterais forem deformadas, as irregularidades criadas pelo corte incorreto associadas à pressão do sapato, ao peso corpo e ao sentido do crescimento da unha farão com que haja lesão da pele circunvizinha. Deve-se evitar também cortar as unhas muito curtas, deixá-las retas em sua borda anterior, não tentar "arredondar" o corte em direção às bordas laterais.

Quadro clínico[editar | editar código-fonte]

Se não tratada, pode formar um granuloma piogênico, onde existe um acúmulo de pus, e a pele ao redor fica inflamada (dor, rubor, calor e edema).

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento depende da gravidade do quadro clínico.[3]

Em casos leves a moderados, pode ser realizado um tratamento conservador, com compressas de água quente, pomadas antibióticas. Também pode ser usado fio dental ou fios de algodão sob a unha, para aliviar a pressão causada no local. Alguns recomendam a utilização de cânulas plásticas para permitir que a unha cresça no interior da cânula (método de gutter).[3] Se o tratamento conservador de uma unha encravada menor não tiver êxito ou se a unha encravada é grave, o tratamento cirúrgico é necessário.[3]

Casos mais graves são tratados cirurgicamente.

Referências

  1. Dermatologia.net - Doenças da Pele
  2. [1]
  3. a b c Heidelbaugh, JJ; Lee, H. (2009 Feb 15). "Management of the ingrown toenail.". American family physician 79 (4): 303–8. PMID 19235497.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Onicocriptose
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.